Fale com a gente

Esportes

Médicos retiram sedação e Ricardo Gomes se movimenta

Publicado

em

Divulgação da Web
gomes

Os médicos que cuidam do técnico do Vasco, Ricardo Gomes, no Hospital Pasteur, na Zona Norte do Rio de Janeiro, reuniram-se na manhã desta quarta-feira (31) para passar novas informações sobre o quadro do treinador. E, mais uma vez, as notícias foram boas. A sedação e os medicamentos que controlam a pressão arterial foram retirados, e o comandante vascaíno já está respondendo. Segundo os médicos, ele esboça movimentos de ambos os lados do corpo.

O doutor Fábio Guimarães Miranda disse que ainda é cedo para falar sobre a possibilidade de sequelas, mas afirmou que o treinador “deve recuperar totalmente os movimentos” com sessões de fisioterapia.

Entenda o caso

Ricardo Gomes sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) durante o clássico entre Flamengo e Vasco, no último domingo (28), no Engenhão. Foi levado inicialmente para o centro médico do estádio e, em seguida, encaminhado para o Hospital Pasteur, na Zona Norte do Rio de Janeiro, onde foi submetido a uma cirurgia que durou cerca de três horas e meia. A hemorragia no cérebro em decorrência do AVC sofrido pelo treinador foi estancada, e a circulação, restabelecida.

No ano passado, quando ainda comandava o São Paulo, Ricardo Gomes teve uma vasculite, considerada um pequeno AVC, e precisou ficar internado após o clássico contra o Palmeiras, pelo Campeonato Paulista. No entanto, o médico do Vasco Clóvis Munhoz assegura que o problema não é relacionado com o enfrentado pelo treinador na outra ocasião.

Facebook