Fale com a gente

Esportes Massagista do Cascavel

Morre Mangaba, uma das figuras mais carismáticas do esporte paranaense

Publicado

em

(Foto: Divulgação)

Morreu na madrugada desta terça-feira (31) o massagista do Cascavel Futsal, Benedito Alves de Lima, popularmente conhecido como “Mangaba”.

A lenda do esporte estava internado no Hospital do Coração Nossa Senhora da Salete desde o último dia 2 de maio, após apresentar sintomas que se confirmaram como dengue. Já internado, ele desenvolveu hepatite e a enfermidade rapidamente prejudicou o funcionamento de rins e fígado. Mangaba teve que fazer hemodiálise e foi intubado.

Nos últimos dias, a saúde e o corpo, sempre fortes, foram perdendo a capacidade de resposta. Ele desenvolveu uma pneumonia e não resistiu.

Ele deixa esposa, quatro filhos, 11 netos e quatro bisnetos.

O velório vai acontecer na Capela Master da Acesc. Já o sepultamento ocorrerá na quarta-feira (1º), às 10h30, no Cemitério Central de Cascavel.

 

Confira a nota oficial do Cascavel Futsal:

“Benedito Alves de Lima tinha 79 anos. Nascido em Quatá, no interior de São Paulo, ele se mudou para Cascavel no final da década de 60. O apelido de criança virou sinônimo de carisma.

Ligado ao futebol desde os 13 anos, Mangaba foi um dos melhores massagistas esportivos do Brasil. Trabalhou em grandes clubes como Botafogo, Corinthians e Fluminense. Pelas mãos dele passaram nomes famosos da Seleção Brasileira, como Garrincha e Vavá. Foi também campeão paranaense de futebol com o Cascavel, 1980.

Em 1996, ele deixou os gramados para se dedicar às quadras.

A história de Mangaba e do Cascavel Futsal se entrelaçam em uma parceria de amor e sucesso. Durante 23 anos, ele serviu a Serpente Tricolor.

Mais do que a ajuda nos treinos e jogos, Mangaba era símbolo da paixão pela profissão e da dedicação ao esporte.

Em abril deste ano, Mangaba seria homenageado pela Câmara de Vereadores de Cascavel com a medalha Xiquinho Zimerman, dada aos desportistas que engrandecem o esporte da cidade. Mas, a doença impediu que ele fosse receber o prêmio pessoalmente.

Lenda e símbolo do time, Mangaba esteve presente em todos os títulos conquistados pelo Cascavel em sua história. Da Série Prata ao título da Liga Nacional de Futsal, vencido em dezembro do ano passado, exatamente no dia do aniversário dele, foram mais de 15 troféus levantados.

Em entrevista para a equipe de Comunicação do Cascavel Futsal, Mangaba disse, depois da conquista da Liga Nacional, que aquele era o dia mais feliz da vida dele.

Mangaba também afirmou, mais de uma vez, que nunca se aposentaria. Queria permanecer na quadra até o último lance, até quando sua saúde permitisse. E assim o fez. Nosso eterno massagista participou do último treino no dia 25 de abril, um dia antes de procurar o hospital com dores no corpo.

Hoje, o coração de todos os tricolores está apertado. A saudade e a tristeza pela partida de um ser humano tão gentil, humilde, trabalhador e apaixonado como o Mangaba só diminuem quando pensamos que nossa lenda cumpriu sua missão e vai, finalmente, descansar.

Obrigado por tanto amor e dedicação, amigo! Estaremos aqui, em todos os jogos, representando a sua história. Sabemos que você estará sempre torcendo por nós!”

 

Com Preto no Branco

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Facebook