Copagril
Esportes

Mulher de 103 anos salta de paraquedas em Foz do Iguaçu

Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional
Aida Gemaque da Silva se tornou a pessoa mais velha do mundo a saltar de paraquedas

O programa Esporte Espetacular, da Rede Globo, provou que alegria, amor à vida e gostinho pela adrenalina não são privilégios dos jovens. Neste domingo (18), entrou no ar a reportagem feita nos dias 9 e 10 deste mês, com Dona Ainda Gemaque da Silva de 103 anos que veio de Macapá (AP) a Foz do Iguaçu para um salto de paraquedas.

A “vovozinha radical”, vai para o Guiness Book of Records como a pessoa mais velha do mundo a saltar de paraquedas. Ela superou o dinamarquês Estrid Geertsen, que saltou aos 100 anos e 60 dias, em 2004. Sem medo, a senhora ganhou a todos por onde passou. E encantou a plateia quando, a poucos metros de altura, comemorou a aventura acenando para o público, que retribuiu com palmas e assobios.

Casa do Eletricista PISCINAS

Nascida em Chaves, no meio da floresta amazônica, próximo ao delta do Rio Amazonas, Aida Mendes se mudou para Macapá “há uns 50 anos”. Era seringueira. “Já trabalhei muito nessa vida”, diz com o olhar perdido no passado. Criou os cinco filhos (três já morreram) com o trabalho na floresta e cita o nome de cada membro da família, composta ainda por dez netos e dez bisnetos.

“E o que a senhora sente quando salta de paraquedas?”, perguntam o repórter e tantas outras pessoas que acompanharam a aventura de dona Ainda em Foz. “Alegria, muita alegria”, é a resposta sempre.

Dona Aida Mendes saltou a convite da Skydive Foz. “É Brasil, é Foz, ficamos honrados em proporcionar isso para ficar registrado na história”, diz o proprietário da Skydive Foz, Thiago Peretti, ele mesmo um paraquedista experiente. Peretti e o instrutor Paulo Roberto da Silva, o PG, comandam o salto em Foz do Iguaçu.

Foi com PG, mais de 9 mil saltos no currículo, que dona Aida saltou nas outras duas vezes, em Macapá. “Prefiro achar que ela é meu anjo da guarda”, diz o instrutor.

TOPO