Ford Show Rural
Ecoville – Maior rede de limpeza
Geral

Centro de Recuperação é incluído em ação de americanos

Tendo como objetivo ajudar entidades/pessoas necessitadas em diversos pa iacute;ses do mundo, um grupo com oito jovens universit aacute;rios dos Estados Unidos chega hoje (13) a Marechal C acirc;ndido Rondon para trabalhar em prol do Centro de Recupera ccedil; atilde;o Caminhos da Vida, que atende dependentes qu iacute;micos. Os jovens integram o programa Volunteers Involved in Development Abroad (Vida), ou ldquo;volunt aacute;rios envolvidos em desenvolvimento no exterior rdquo;. Eles permanecem no munic iacute;pio at eacute; o pr oacute;ximo dia 21.
No Centro de Recupera ccedil; atilde;o, os jovens v atilde;o trabalhar na conclus atilde;o de uma marcenaria que est aacute; sendo edificada, construir atilde;o meio-fio e criar atilde;o espa ccedil;o para estacionamento e circula ccedil; atilde;o de ve iacute;culos. Os americanos v atilde;o ainda doar roupa e material de higiene pessoal.
A presidente da Associa ccedil; atilde;o Comercial, Industrial e Agropecu aacute;ria de Marechal Rondon (Acimacar) – entidade que tamb eacute;m est aacute; envolvida com esta causa -, Ana Carolina Seyboth Kurtz, declara que o Vida eacute; um grupo formado por jovens que aproveitam as f eacute;rias universit aacute;rias para viajar e se dedicar a projetos sociais em alguns pa iacute;ses. ldquo;Eles passam o ano arrecadando donativos e recursos financeiros para doar para a comunidade que ser aacute; visitada rdquo;, menciona.

Continuidade
O Centro de Recupera ccedil; atilde;o j aacute; foi beneficiado pela a ccedil; atilde;o da entidade americana h aacute; alguns anos, revela Ana Carolina. ldquo;Nos anima a continuidade neste ano desta iniciativa, especificamente porque ter aacute; o envolvimento de outras entidades no apoio agrave; proposta, como clubes de servi ccedil;o, Acimacar e Amparo (Associa ccedil; atilde;o Civil de Responsabilidade Social), mobilizados inclusive com recursos rdquo;, declara.
Para a presidente da Amparo, Marlise Ricardi, a vinda do grupo serve de modelo e exemplo para os jovens da regi atilde;o. ldquo;Acho muito importante que a gente possa at eacute; servir como uma ponte para que eles possam fazer a atividade que pregam dentro da Vida. Os jovens aproveitam justamente as f eacute;rias universit aacute;rias para fazer este servi ccedil;o volunt aacute;rio e, antes disso, preparam outra atividade para arrecadar fundos para trazer donativos e recursos rdquo;, destaca a rondonense. ldquo;H aacute; v aacute;rios anos j aacute; estamos falando sobre a import acirc;ncia e a necessidade de ajuda ao Centro de Recupera ccedil; atilde;o, e ainda assim n atilde;o conseguimos estrutur aacute;-lo. Agrave;s vezes eacute; preciso vir pessoas de fora para que a gente perceba a import acirc;ncia de contribuir rdquo;, acrescenta.

Casa do eletricista MINIESCAVADEIRA

Amplia ccedil; atilde;o
Conforme a presidente da Acimacar, a proposta eacute; para que o grupo retorne ao munic iacute;pio daqui cinco anos com investimentos dirigidos para que seja poss iacute;vel concluir o Centro de Recupera ccedil; atilde;o com uma formata ccedil; atilde;o de estrutura que permita at eacute; ampliar a capacidade de atendimento.
Atualmente, s atilde;o atendidas em torno de 15 pessoas na entidade rondonense. A presidente da Amparo explica que o objetivo principal da vinda dos americanos eacute; ampliar o n uacute;mero de vagas para atendimento. ldquo;A marcenaria est aacute; funcionando hoje em um local que pode servir como alojamento. Com a constru ccedil; atilde;o deste novo espa ccedil;o, poderemos utilizar atual destinado agrave; marcenaria para atender mais uns 15 internos, ou seja, conseguiremos duplicar a capacidade do Centro de Recupera ccedil; atilde;o rdquo;, afirma.
Para quem quiser mais informa ccedil; otilde;es sobre o grupo, pode acessar o site www.Vida4all.org.

TOPO