Pref. Pato Bragado – Dengue 2019
Geral

Cresce procura por fogos de artifício em Rondon

Depois das comemora ccedil; otilde;es natalinas vem a prepara ccedil; atilde;o para a festa de passagem de ano, que acontece na quinta-feira (31). De acordo com empres aacute;rios de lojas de artigos esportivos em Marechal C acirc;ndido Rondon, a procura por fogos de artif iacute;cio para r eacute;veillon eacute; grande esta semana e cresceu em compara ccedil; atilde;o ao ano passado. Isto porque, eles observam que houve um aumento no n uacute;mero de fam iacute;lias e amigos que se re uacute;nem para fazer a pr oacute;pria festa e, consequentemente, o seu pr oacute;prio show de fogos de artif iacute;cio. Por esta raz atilde;o, a expectativa dos representantes do segmento eacute; de que neste ano as vendas superem em cerca de 20 a 30% as do ano passado.
De acordo com o propriet aacute;rio da Esportiva Ca ccedil;a e Pesca, Diovani Ceccato, h aacute; cerca de dois anos os clientes passaram a fazer as compras de fogos com maior anteced ecirc;ncia do que em anos anteriores. ldquo;Quem faz reserva de produtos ou compra antecipadamente tem maior op ccedil; atilde;o de produtos e cores rdquo;, lembra.

Op ccedil; otilde;es
Conforme o gerente da Esportiva Paran aacute;, Altemar Ivair M uuml;ller, quem deixa para a uacute;ltima hora corre o risco de n atilde;o conseguir comprar o produto que gostaria. ldquo;Nos preparamos com mais mercadorias do que no ano passado. Mesmo assim, eacute; importante comprar antecipado rdquo;, afirma.
Segundo ambos, a maior procura para as festas de r eacute;veillon s atilde;o os roj otilde;es de vara, que oferecem tanto explos otilde;es como cores; bem como as baterias de tiros. Ceccato lembra que o mercado oferece em torno de dez a 15 op ccedil; otilde;es de produtos em fogos de artif iacute;cio, tanto para adultos como para crian ccedil;as. Existem fogos com 180 at eacute; 936 tiros, al eacute;m dos coloridos.
A procura de fogos por particulares j aacute; aumentou no in iacute;cio do m ecirc;s de dezembro. ldquo;Algumas pessoas j aacute; fizeram at eacute; mesmo reserva, para garantir a festa. Tamb eacute;m temos notado que as pessoas est atilde;o investindo cada vez mais em fogos. Temos reserva de produtos que soma R$ 1 mil rdquo;, exemplifica.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

Seguran ccedil;a
Nas lojas dos referidos artigos, no ato da compra os consumidores recebem orienta ccedil; otilde;es sobre como fazer uso correto dos fogos para maior seguran ccedil;a. De acordo com M uuml;ller, o respons aacute;vel pela queima de fogos deve seguir rigorosamente as instru ccedil; otilde;es que constam das caixas dos produtos. ldquo;Fazendo o uso correto, os fogos de artif iacute;cios s atilde;o seguros e n atilde;o h aacute; problemas rdquo;, garante.
Conforme Ceccato, dentre as principais recomenda ccedil; otilde;es para n atilde;o estragar a festa da virada de ano com acidentes est atilde;o: em primeiro lugar a escolha do local para a queima, que deve ser apropriada, espa ccedil;osa e a uma dist acirc;ncia de 30 a 40 metros do p uacute;blico e de ve iacute;culos. Outra dica eacute; evitar a ingest atilde;o de bebidas alco oacute;licas antes do manuseio dos fogos. Em seguida, seguir as instru ccedil; otilde;es de uso de cada tipo de produto, conforme consta da embalagem. Segundo M uuml;ller, algumas caixas v ecirc;m como adaptador para o encaixe dos foguetes (12 por 1). Em caso de n atilde;o haver, eacute; importante utilizar um cabo auxiliar para que o foguete fique a um metro e meio de dist acirc;ncia da m atilde;o. A bateria de tiros eacute; ainda mais segura, salienta, pois vem pronta. Mesmo assim, neste caso eacute; interessante firmar com tijolos ou pedras ao redor da caixa para ela n atilde;o virar no momento que estoura.

Quando falha
Eventualmente pode acontecer de um estouro falhar. Quando isso acontece, de acordo com Ceccato, a recomenda ccedil; atilde;o eacute; manter-se afastado do foguete por 15 minutos, j aacute; que pode ter ficado uma fagulha, que pode gerar uma explos atilde;o retardada. Outra dica relevante eacute; jogar aacute;gua sobre o mesmo antes de aproximar-se dele para verifica ccedil; atilde;o. ldquo;A aacute;gua sobre a p oacute;lvora extingue qualquer possibilidade de explos atilde;o rdquo;, salienta.

Produtos
Do ponto de vista de Ceccato, nos uacute;ltimos anos houve uma redu ccedil; atilde;o significativa no n uacute;mero de acidentes envolvendo fogos de artif iacute;cio. ldquo;Isso acontece porque eles deixaram de ser vendidos em outros estabelecimentos como supermercados. Quando havia mais pontos de vendas, muitas vezes os produtos que deixavam de ser vendidos em um ano eram vendidos no seguinte e muitas vezes essa mercadoria apresentava problema. Hoje, com a restri ccedil; atilde;o a poucas lojas, o giro eacute; maior e os produtos vendidos s atilde;o os fabricados no mesmo ano, o que garante melhor qualidade e oferece maior seguran ccedil;a rdquo;, observa.
Conforme o empres aacute;rio, para realizar a venda eacute; preciso ter um preparo espec iacute;fico, tal como curso com o Corpo de Bombeiros. ldquo;Temos cofre espec iacute;fico para armazenagem dos fogos e estes ainda t ecirc;m certifica ccedil; atilde;o do Inmetro rdquo;, ressalta.

Linha infantil
At eacute; mesmo crian ccedil;as t ecirc;m fogos de artif iacute;cio agrave; disposi ccedil; atilde;o, segundo informa Ceccato. Os produtos da linha infantil s atilde;o somente os coloridos, sem explos atilde;o. ldquo;Eles podem ser soltados por crian ccedil;as a partir dos quatro anos de idade, desde que supervisionadas por adultos. H aacute; v aacute;rias op ccedil; otilde;es, tais como a candela, que solta 20 bolas coloridas; o avi atilde;ozinho, que se eleva no ar e depois voa em disparada; a r atilde;zinha que pula e deixa um rastro verde, dentre outros rdquo;, exp otilde;e.
O rondonense Eduardo Schof-fen Ratz, 12 anos, compareceu ontem (28) agrave; se ccedil; atilde;o infantil de fogos e fez algumas aquisi ccedil; otilde;es. Ele conta que j aacute; solta foguetes e brinca com fogos desde que tinha nove anos. Depois da primeira vez que o fez, gostou tanto que passou a fazer todos os anos, no r eacute;veillon. ldquo; Eacute; divertido rdquo;, resume.

Legisla ccedil; atilde;o
Apesar de em Marechal C acirc;ndido Rondon ter sido sancionada a Lei Municipal 3.193, em 1999, tendo em vista sua dif iacute;cil aplicabilidade, a lei estadual, mais ampla, eacute; que regulamenta a fabrica ccedil; atilde;o, com eacute;rcio e uso de fogos de artif iacute;cio. Segundo a Lei estadual 13.758, de 10 de setembro de 2002, eacute; vedado soltar fogos nas proximidades dos hospitais e estabelecimentos de ensino. Alguns tipos tamb eacute;m n atilde;o podem ser explodidos em vias p uacute;blicas e ainda eacute; necess aacute;ria autoriza ccedil; atilde;o de autoridade competente. A lei ainda pro iacute;be a manipula ccedil; atilde;o, desmanche ou qualquer outra altera ccedil; atilde;o das caracter iacute;sticas iniciais e originais de fabrica ccedil; atilde;o dos fogos de artif iacute;cio, uma vez que pode acarretar em risco de acidente. Em caso de a lei n atilde;o ser respeitada, o respons aacute;vel pode levar multa a ser aplicada a crit eacute;rio da autoridade policial, que varia de acordo com a gravidade do fato, entre um a 20 sal aacute;rios-m iacute;nimos, aplicada em dobro em caso de reincid ecirc;ncia, e assim sucessivamente.

lt;galeria / gt;

TOPO