Ford/Abradif/Rodovel Ranger
Geral Antes do atentado

Em vídeo, suposto atirador fala de razões para ataque em colégio de Medianeira

Ele pede desculpas pelo transtorno e acusa colegas de bullying (Foto: Reprodução)

Em dois vídeos gravados antes de atirar contra os colegas de turma, em Medianeira, o suspeito fala sobre as razões para atacar os estudantes. As imagens teriam sido feitas supostamente pouco tempo antes do ataque.

Os vídeos foram recebidos pela Polícia Civil através do disk-denúncias. Nele, o atirador coloca a culpa nos colegas de turma pelo atentado que ele cometeu no Colégio Estadual João Manoel Mondrone, em Medianeira, na manhã desta sexta-feira (28).

Ele não mostra o rosto e está em uma estrada de terra, pede desculpas antecipadas pelo tiroteio que ele planejou na escola. “Quero me desculpar pelo incômodo que vou causar aos policiais. Espero que o médico faça um ótimo trabalho”.

Em seguida ele nomeia diversos colegas e informa que a culpa pelo que ele pretende fazer é deles (os nomes foram editados no áudio porque se tratam de adolescentes).

“Tudo isso é culpa sua. Tudo que ocorrerá hoje dia 28 de setembro é culpa sua”, diz.

Em um segundo vídeo gravado pelo atirador ele fala da ansiedade e culpa os pais dos alunos por não educarem os filhos que causaram os danos contra ele: “tô muito ansioso, estou passando mal e peço que os familiares tenham compreensão pelos meus atos, pois seus filhos me humilharam e me ameaçaram de uma maneira que não tem mais perdão”.

Ainda no vídeo o garoto afirma que a culpa não é de livros ou de videogames e sim dos outros colegas de classe dele.

“Eu quero que meu rosto seja mostrado na TV”, menciona.

De acordo com informações, ele sofria bullying pelos colegas contra quem iria disparar. Ele e outro jovem entraram no colégio armados e com as mochilas cheias de munição, bombas caseiras, bombinhas e uma faca.

 

Veja o vídeo:

 

Com Catve.com

TOPO