Geral Agenda "bombando"

Empresário diz que Conrado e Aleksandro viviam bom momento antes do acidente: “supercontentes e com vários projetos”

(Foto: Divulgação)

A dupla sertaneja Conrado e Aleksandro vivia “um dos seus melhores momentos” e fazia diversos planos até o grave acidente de ônibus que deixou seis vítimas, incluindo Aleksandro. Ao g1, o empresário José Carlos Cassucce, sócio do falecido cantor na empresa que administrava a carreira dos artistas, destaca a animação do cantor antes do ocorrido. Ele estava feliz com a repercussão da última música lançada: Efeito Borboleta.

Após um começo de ano difícil, com menos de 15 apresentações realizadas, a sorte começava a mudar para a dupla. “A nossa agenda estava boa de maio para frente, e ela começou a ‘bombar’ por causa dessa música chamada ‘Efeito Borboleta’. Eles estavam em um dos seus melhores momentos, ‘supercontentes’ e com vários projetos, muitos mesmo”, lembra o empresário.

[ Publicidade ]
Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

 

Efeito Borboleta
Cassucce conta que a música foi lançada há aproximadamente 40 dias e, mesmo sem um investimento considerável para aumentar o engajamento na internet, gerou bons frutos. “Aleksandro estava animado [com a repercussão]. Ela estava dando resultado ‘sozinha’, e nós planejávamos impulsioná-la ainda mais a partir deste mês”.

[ Publicidade ]
Nied maio 2022 w

A canção atualmente conta com quase dois milhões e meio de visualizações no YouTube. Por sua vez, no Spotify, serviço de streaming (transmissão on-line) de músicas, ela alcançou mais de 600 mil reproduções.

A agenda começou a ‘bombar’ por causa da música. Eles estavam em um dos seus melhores momentos.

 

Pandemia e retomada
Ainda de acordo com o empresário, o período paralisou temporariamente as atividades dos músicos. A retomada, mesmo que tímida, aconteceu no início deste ano, quando a dupla foi chamada para eventos após a flexibilização das restrições. “Ficamos quase dois anos parados, sem fazer nada”.

Embora Cassucce considere o auge de um artista quando o mesmo é reconhecido em todo o território nacional, ele revela que já era possível garantir o sustento da dupla por meio da música. “Quando alguém faz uns 10 shows por mês na faixa de R$ 40 ou R$ 50 mil [de cachê], está em uma situação estável”.

 

Relembre o caso

O acidente aconteceu no último sábado (7), por volta das 10h30, no km 402,2 da Rodovia Regis Bittencourt, na altura de Miracatu, no interior de São Paulo.

O ônibus vinha de Tijucas do Sul (PR) e tinha como destino a cidade de São Pedro (SP). A Polícia Rodoviária Federal (PRF) alega que 19 pessoas estavam listadas entre os passageiros.

 

Com G1

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO