Ford Ranger e Ecosport Set/2020
Copagril – Compras no Site
Geral

Gripe já matou 38 pessoas no Paraná neste ano

Pessoas com doenças crônicas têm mais chances de terem complicações pela gripe. Por isso, quem não tomou a vacina durante a campanha da rede pública deve redobrar os cuidados com a doença e estar atento aos primeiros sintomas característicos da gripe. Somente neste ano, 71% das mortes pela doença no Estado foram de doentes crônicos, com problemas pulmonares, cardíacos ou neurológicos.

Desde janeiro deste ano, 38 mortes já foram confirmadas no Estado, sendo que 27 pessoas tinham doenças crônicas. O dado revela a importância deste grupo ser acompanhado mais de perto por familiares e pelos serviços de saúde, sobretudo pelas equipes de saúde da família.

Casa do Eletricista – GENCO

De acordo com o boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), desde o início de 2013 são 906 casos confirmados da doença, sendo 417 causados pelo vírus Influenza A H1N1, 348 pelo Influenza B e 138 pelo Influenza A H3N2. Outros dois casos foram por Influenza A, mas sem distinção de subtipo viral. A maior parte dos casos está concentrada nas regiões de Curitiba (153), Maringá (95) e Londrina (92). Até agora, 115 municípios já apresentaram casos confirmados da doença.

O relatório traz ainda mais seis novas mortes que ocorreram nos municípios de Cascavel (3), Campina Grande do Sul, Matelândia e Maringá. Os óbitos foram registrados entre os dias 21 de junho e 09 de julho. As seis pessoas apresentavam doenças crônicas e tinham mais de 50 anos.

TOPO