Geral Despedida

Luiz Fernando Vianna se despede da “família Itaipu”

No período em que esteve à frente da Itaipu, o ex-diretor-geral brasileiro, Luiz Fernando Leone Vianna, fez questão de se aproximar do corpo funcional com iniciativas como o “Bate-papo com o Vianna” e visitas às áreas. Nesta sexta-feira (06), já exonerado do cargo para enfrentar um novo desafio na iniciativa privada, o ex-diretor geral brasileiro deixou uma mensagem aos colaboradores da empresa e enalteceu o profissionalismo da “família Itaipu”.

Ele garantiu a continuidade de ações de alinhamento na gestão de pessoas, a partir das atividades do comitê gestor e de um grupo de trabalho sobre o tema, e reforçou a importância da participação de cada empregado e empregada na Pesquisa Melhores Empresas para Trabalhar, que mostrará como está o clima organizacional.

Casa do Eletricista – Clorador Agosto

 

Visita às áreas marca despedida

Antes de se desligar da Itaipu, o ex-diretor visitou colegas em diversas áreas, como os da Diretoria Técnica e da Diretoria Jurídica, e fez o plantio de uma árvore para simbolizar seu compromisso com a Itaipu durante o ano na Diretoria Geral Brasileira.

Dos amigos da Diretoria Técnica, ele recebeu na quinta-feira (05) uma réplica das estruturas mecânicas da unidade geradora, com uma mensagem de “reconhecimento do profissionalismo, ética e comprometimento” e pela oportunidade do “convívio harmonioso”.

A despedida teve ainda um café surpresa, ao lado da sala do diretor-geral, oferecido nesta sexta-feira pelos colegas do Centro Executivo. Confira abaixo as fotos.

 

Exoneração a pediddo

A exoneração foi publicada no Diário Oficial da União de sexta-feira. No mesmo decreto presidencial, o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, também sai da função. Ambos foram exonerados a pedido. O nome do substituto do novo diretor ainda não foi oficializado. A nomeação é uma prerrogativa da Presidência da República e pode acontecer a qualquer momento.

A saída de Vianna já havia sido anunciada há duas semanas. Enquanto esteve no cargo, Itaipu manteve a produção em alta, inclusive com recorde histórico de geração nos três primeiros meses deste ano, melhores janeiro e março. Em sua gestão, a equipe técnica preparou os editais para a atualização tecnológica da usina, que devem ser publicados ainda este ano, e tiveram início os estudos para a negociação com os paraguaios sobre o Anexo C do Tratado de Itaipu. Outro ponto forte foi a gestão de pessoas, com alinhamento estratégico entre todo o corpo funcional.

TOPO