Copagril
Geral

“Maior conquista em 20 anos foi a união dos ceramistas”

Presidente do Sindicer, Mauro Antônio Pasquali: Hoje a maioria dos ceramistas tem seus projetos dentro do que exige a lei (Foto: Divulgação)

O Sindicato das Ind uacute;strias de Cer acirc;mica Vermelha e Olarias do Oeste do Paran aacute; (Sindicer Oeste) completa hoje (18) 20 anos de exist ecirc;ncia, raz atilde;o pela qual um encontro festivo aconteceu na noite de ontem (17) para marcar a data. Na vis atilde;o do atual presidente do Sindicato, Mauro Ant ocirc;nio Pasquali, a maior conquista em duas d eacute;cadas de atua ccedil; atilde;o foi a uni atilde;o dos ceramistas. ldquo;No in iacute;cio foi dif iacute;cil a funda ccedil; atilde;o da associa ccedil; atilde;o, na eacute;poca, e posteriormente firmou-se com um dos quatro sindicatos hoje existentes no Paran aacute;. De l aacute; para c aacute; sempre estivemos na luta em prol dos ceramistas, sendo a uni atilde;o da classe a nossa maior conquista rdquo;, avalia.
Ele acredita que a uni atilde;o foi importante para os industriais no sentido de buscar alcan ccedil;ar alguns objetivos, como atendimento de leis ambientais dentro da realidade das empresas, a certifica ccedil; atilde;o de produtos, al eacute;m da conquista de mercado. ldquo;Hoje a maioria dos ceramistas tem seus projetos dentro do que exige a lei, incluindo a recupera ccedil; atilde;o de aacute;reas degradadas, e esse foi um passo importante que demos rdquo;, enfatiza.
Com apoio do Sindicato, as ind uacute;strias ceramistas v ecirc;m passando pelo processo de certifica ccedil; atilde;o, por meio da padroniza ccedil; atilde;o de produtos. ldquo;Tr ecirc;s empresas est atilde;o certificadas, tr ecirc;s est atilde;o em processo de adequa ccedil; atilde;o de produtos e outras seis, nos pr oacute;ximos dias, devem levar seus produtos para serem analisados visando receberem a certifica ccedil; atilde;o rdquo;, exp otilde;e. Segundo ele, essa padroniza ccedil; atilde;o eacute; mais uma forma encontrada para atestar a qualidade e regularidade dos produtos. ldquo; Eacute; uma maneira de mostrar para a popula ccedil; atilde;o, representantes, revendedores, construtores que fabricamos um produto legalmente e ambientalmente correto e que ainda eacute; certificado atrav eacute;s de provas rdquo;, explica.
A certifica ccedil; atilde;o tamb eacute;m eacute; vantajosa para o consumidor de tijolos e telhas, j aacute; que contar aacute; com a mesma qualidade em empresas diferentes. ldquo;A construtora pode continuar a obra comprando de uma ou de outra empresa rdquo;, comenta.
Depois de um per iacute;odo de retra ccedil; atilde;o, nos uacute;ltimos dois anos e meio a constru ccedil; atilde;o civil voltou a estar aquecida, o que favoreceu o setor ceramista. ldquo;Hoje as empresas da regi atilde;o est atilde;o preparadas para suprir a demanda rdquo;, garante.
Dentre as principais a ccedil; otilde;es e estrat eacute;gias tra ccedil;adas pelo Sindicato destacam-se a busca de novos mercados para as ind uacute;strias cer acirc;micas; assessoria para adequa ccedil; atilde;o das empresas agrave; legisla ccedil; atilde;o mineral e ambiental; consultorias em comercializa ccedil; atilde;o e marketing; e qualifica ccedil; atilde;o de empres aacute;rios e colaboradores.

Abrang ecirc;ncia
O Sindicer Oeste foi fundado em 18 de maio de 1990 e tem sua sede f iacute;sica em Nova Santa Rosa, centro estrat eacute;gico da produ ccedil; atilde;o regional de cer acirc;mica vermelha. A sede administrativa, em regime de condom iacute;nio, oferece salas de treinamento e amplo audit oacute;rio para cursos e encontros. O Sindicato representa mais de 100 empresas, que produzem mensalmente 30 milh otilde;es de pe ccedil;as (tijolos, telhas, goivos, lajotas entre outros). Atua na regi atilde;o Oeste e Sudoeste, al eacute;m de parte do Sul e Noroeste do Estado do Paran aacute;, totalizando uma base territorial de 154 munic iacute;pios. Juntas, estas empresas geram aproximadamente 3,5 mil empregos diretos e outros 14 mil empregos indiretos.

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES
TOPO