Ford Ranger e Ecosport Set/2020
Copagril – Compras no Site
Geral

Milho pode auxiliar na manutenção da memória

Com as comemorações típicas de São João, realizadas nos meses de junho e julho, as receitas comumente vistas nas festas julinas são encontradas com mais facilidade. Entre as iguarias estão canjica, bolo de milho, curau e pamonha, todos derivados do grão.

De acordo com Sofia Sesti, nutricionista da Unimed Costa Oeste, o milho e as receitas preparadas com ele, podem ser ingeridos sem restrições. “Esse cereal é nutritivo e rico em fibras. Auxilia no funcionamento intestinal e no controle do Colesterol, além de aumentar a sensação de saciedade”, ressalta.

Casa do Eletricista – GENCO

O milho também não possui glúten e é benéfico para a manutenção da memória. “O cereal possui vitamina B1, conhecida como tiamina, responsável por participar dos impulsos nervosos que fazem as transmissões entre neurônios e aprimoram a memória humana”, explica Sofia. 

Aliado das dietas

Segundo a nutricionista, o milho é rico em carboidratos e é considerado uma fonte de energia. Sofia ressalta que mesmo quem está de dieta, precisa ingerir o carboidrato, que elimina a vontade de comer doces. “As calorias do milho variam de acordo com a maneira que ele é consumido. O milho verde ingerido in natura possui em média 129 calorias. O milho em lata 109 calorias e o amido de milho 381 calorias”, complementa Sofia.

Atualmente, o Brasil é o terceiro maior produtor de milho do mundo. Porém, este alimento está presente em apenas 5% das mesas dos brasileiros, segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Outros 65% do grão produzido no país é destinado para a alimentação de animais.

TOPO