Copagril – Compras no Site
Geral

Pescadores de Guaíra promovem limpeza do Rio Paraná

Portal Guaíra
Cheia do Rio Paraná deixou lixo espalhado pelas margens

Um grupo de pescadores fará um mutirão de limpeza no Rio Paraná, em Guaíra, na segunda-feira (29). Durante a ação que deve reunir cerca de 20 barcos e 60 pessoas será recolhida uma grande parte do lixo trazido pela cheia e que se espalhou pelas margens e ilhas da região após as chuvas do fim de julho e início de julho.

Na Ponte Ayrton Senna, que liga os municípios de Guaíra (PR) e Mundo Novo (MS), na divisa entre o Paraná e o Mato Grosso do Sul, o nível do rio subiu cerca de 2,5 metros. “Sempre que vemos alguma coisa jogada no rio durante a pesca, juntamos”, explica o presidente da Associação dos Pescadores Artesanais de Guaíra, Ivo Alves dos Santos.

Casa do Eletricista – GENCO

“Nunca vi tanto lixo como dessa vez. É tanta coisa, que vamos ter que reservar um dia só para essa limpeza”. A ação terá início às 8 horas desta segunda e deve ser encerrada por volta do meio-dia. O ponto de encontro será o Porto Barrinha.

A iniciativa surgiu durante uma oficina de debates com técnicos da Hidrelétrica de Itaipu. O reservatório da usina que fica a cerca de 230 quilômetros de Guaíra, onde será realizado o mutirão, recebe toda a água que abastece o Rio Paraná. Um técnico da binacional vai acompanhar o trabalho de limpeza. A prefeitura será responsável pela destinação correta do material recolhido.

“Esse lixo não é o pescador que joga, mas se a gente depende do rio, tem que limpar”, observa Santos. De acordo com o presidente da associação, entre os materiais mais encontrados, principalmente depois das enchentes, são sacolas e sacos plásticos, garrafas pet, pedaços de lona e latas de alumínio. “Quase tudo de pessoas que vêm passear no rio e em vez de levar para casa jogam o lixo no rio ou deixam nas ilhas.”

TOPO