Fale com a gente

Geral

Polícia Militar realiza o maior arrastão do ano

Publicado

em

Aproximadamente 50 policiais militares em cerca de 25 viaturas, com apoio da For ccedil;a Alfa, Pol iacute;cia Civil e Conselho Tutelar, fizeram na noite de ontem (09) o maior arrast atilde;o do ano em Marechal C acirc;ndido Rondon e Gua iacute;ra. ldquo;Pretendemos fazer outras opera ccedil; otilde;es como esta rdquo;, afirmou o comandante da 2 ordf; Cia Pol iacute;cia Militar (PM), Jos eacute; Osmar Novach. At eacute; o encerramento dessa edi ccedil; atilde;o, a opera ccedil; atilde;o n atilde;o havia sido conclu iacute;da. nbsp;
De acordo com o capit atilde;o, para que fosse realizada a opera ccedil; atilde;o, a Pol iacute;cia Militar teve apoio log iacute;stico da sede e de policiais de todos os munic iacute;pios em torno de Marechal Rondon. ldquo;O objetivo da opera ccedil; atilde;o eacute; dar tranquilidade agrave; popula ccedil; atilde;o em virtude da majora ccedil; atilde;o de alguns iacute;ndices de crimes nos uacute;ltimos seis meses rdquo;, informou o policial.
Entre os n uacute;meros que preocupam a PM est atilde;o os de roubos, crime que dobrou no munic iacute;pio. Do come ccedil;o do ano at eacute; o final de junho foram 44 casos. Em 2009, no mesmo per iacute;odo, foram 20 casos e em todo o ano 46. No ano anterior a esse, foram 53 roubos.

Locais
Os policiais passaram ontem em todos os bairros da cidade. Onde tinha aglomera ccedil; atilde;o de pessoas ou suspeitos de atividades il iacute;citas foi feita abordagem pelos policiais. ldquo; Eacute; claro que abordamos muita gente que n atilde;o tem envolvimento com il iacute;cito, mas isso eacute; uma atividade normal da Pol iacute;cia Militar. Quando a pol iacute;cia est aacute; fazendo o trabalho dela de fiscalizar, a comunidade se sente mais segura rdquo;, declarou o comandante. ldquo;Queremos apreender armas, drogas e junto com o Conselho Tutelar tirar das ruas os adolescentes que est atilde;o consumindo bebida alco oacute;lica e buscando drogas, fazendo um trabalho preventivo, para que o Conselho possa identific aacute;-los e conversar com seus familiares para realizar um trabalho educativo rdquo;, acrescentou Novach. nbsp;

Presen ccedil;a
De acordo com o capit atilde;o, independente do resultado do arrast atilde;o, a inten ccedil; atilde;o eacute; que a comunidade sinta a presen ccedil;a da Pol iacute;cia Militar. ldquo;N atilde;o sa iacute;mos na rua pensando em prender, sa iacute;mos com a inten ccedil; atilde;o de trazer seguran ccedil;a. Quando n atilde;o deixamos ocorrer o crime estamos cumprindo o nosso papel. O objetivo nosso sempre eacute; a preven ccedil; atilde;o rdquo;, relatou Novach. nbsp;

lt;galeria / gt;

Facebook