Ecoville – Maior rede de limpeza
Ford Show Rural
Geral

Uso indiscriminado da internet pode afastar o leitor

Na contram atilde;o das previs otilde;es de que a internet deve ganhar cada vez mais espa ccedil;o, cumprindo um papel decisivo nas elei ccedil; otilde;es de 2010, o diretor da Paran aacute; Pesquisas, Murilo Hidalgo de Oliveira, aposta que o uso indiscriminado da rede mundial de computadores para distribui ccedil; atilde;o de propaganda pol iacute;tica acabar aacute; por afastar o eleitor. Para Oliveira, a falta de crit eacute;rio e de bom senso na divulga ccedil; atilde;o desse material deve criar uma rejei ccedil; atilde;o perante o eleitorado, que muitas vezes n atilde;o tem como saber da proced ecirc;ncia e veracidade do que recebe em seus e-mails. ldquo;Acho que a internet vai ser uma prostitui ccedil; atilde;o nessas elei ccedil; otilde;es rdquo;, ironiza ele, que critica o uso de spams (mensagens n atilde;o requeridas) na divulga ccedil; atilde;o do trabalho e propostas dos candidatos. ldquo;Os pr oacute;prios pol iacute;ticos v atilde;o lsquo;queimar rsquo; a internet, causando rejei ccedil; atilde;o. Voc ecirc; recebe um monte de e-mails e materiais que n atilde;o sabe de onde vieram. N atilde;o tem credibilidade. Uma coisa mata a outra rdquo;, explica.

Difus atilde;o de ataques
Na opini atilde;o de Oliveira, a rede ser aacute; muito mais um instrumento de difus atilde;o de ataques contra advers aacute;rios do que um meio de conquistar votos. ldquo;Acredito que a internet vai ser usada muito mais para o mal do que para o bem, infelizmente. E isso n atilde;o forma opini atilde;o rdquo;, considera.
A avalia ccedil; atilde;o do pesquisador confere com o comportamento dos pol iacute;ticos paranaenses nesse per iacute;odo de pr eacute;-campanha. O twitter ndash; site de microblogs pessoais ndash; se tornou a nova ldquo;coqueluche rdquo; entre eles nos uacute;ltimos meses. O governador Roberto Requi atilde;o (PMDB) tem se destacado pelo uso agressivo da nova ferramenta de comunica ccedil; atilde;o em rede, lan ccedil;ando m atilde;o do twitter para divulgar ataques a advers aacute;rios e desafetos pol iacute;ticos, como o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, a quem ele acusou de propor uma obra superfaturada para a constru ccedil; atilde;o de um ramal ferrovi aacute;rio no Estado.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

Gera ccedil; atilde;o
Outro mito questionado pelo pesquisador se refere a um suposto desejo latente do eleitorado pela renova ccedil; atilde;o da pol iacute;tica no Paran aacute;. ldquo;N atilde;o vejo entre os pr eacute;-candidatos ao governo colocados, nenhum representa renova ccedil; atilde;o de projeto pol iacute;tico, de ideias rdquo;, diz. Segundo ele, essa renova ccedil; atilde;o se refere muito mais agrave; quest atilde;o geracional, de idade, do que de projetos. ldquo;O Beto Richa, a Gleisi (Hoffmann), o Gustavo Fruet, representam uma nova gera ccedil; atilde;o assumindo o poder no Paran aacute;. A gera ccedil; atilde;o que est aacute; no patamar de 40 anos de idade rdquo;, explica.

TOPO