Ford Ranger 2021 + Territory
Copagril – Compras no Site
Marechal

Celebrações acolhem imagem de Nossa Senhora Aparecida

Centenas de fiéis participaram na noite do último sábado (19), em Marechal Cândido Rondon, da missa jubilar dos 300 anos do aparecimento de Nossa Senhora Aparecida. Com a igreja lotada, os devotos assistiram ao tão aguardado momento: a entrada da imagem peregrina da mãe de Jesus. Vinda da Paróquia de Nova Santa Rosa, a imagem permanecerá nas capelas das comunidades rondonenses até sexta-feira (26), quando irá para Guaíra.

As celebrações do jubileu se estenderão até o dia 11 de outubro de 2017, quando se encerra o Ano Mariano. Ao longo deste período, as (arqui)dioceses são convidadas a realizar atividades para vivenciarem intensamente o jubileu, voltando seus corações para a Santíssima Virgem Maria. “Para nós, católicos, a passagem da imagem de Nossa Senhora Aparecida é algo muito importante porque temos uma devoção muito forte a ela. Independente se estamos alegres ou tristes, agradecemos e louvamos, e quando precisamos de algo, recorremos a ela, pedindo pela sua interseção”, declara a Ilone Cassel, ministra da Paróquia Sagrado Coração de Jesus. 

Casa do Eletricista – NÃO PAGUE AR

Conforme Ilone, a celebração com a presença da imagem de Nossa Senhora Aparecida foi, sem dúvidas, umas da mais emocionantes para os devotos. “Estamos muito felizes com a visita da imagem. A maioria dos católicos tem uma devoção profunda pela Nossa Senhora Aparecida, principalmente porque ela foi escolhida por Deus para ser a mãe de seus filhos e, com isso, acabou vindo a nós também como nossa mãe”, enfatiza.

Durante a semana, a imagem passará por todas as comunidades rondonenses, onde serão realizadas missas todas as noites. Hoje (22), às 19h30, a celebração acontece na Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro; amanhã (23) na matriz, às 19 horas; na quarta-feira (24) na capela do Bairro São Francisco, às 19h30; e o encerramento da passagem da imagem será na sexta-feira (25), às 19h30, no Jardim Ana Paula. “A imagem também permanece durante o dia nas capelas das comunidades e fazendo visitação aos doentes e nas casas de idosos, além de momentos de espiritualidade na matriz”, informa Ilone.

 

História do aparecimento da imagem

A imagem foi encontrada em outubro 1717 pelos pescadores Domingos Garcia, Filipe Pedroso e João Alves nas águas do Rio Paraíba do Sul, próximo do Porto de Itaguaçu, na Vila de Guaratinguetá, em São Paulo. Os três estavam há dias sem pescar e com a missão de levar peixe para a festa de recepção do famoso Conde de Assumar, Dom Pedro de Almeida, governante da capitania da cidade de São Paulo e de Minas de Ouro, na época, que estava de passagem pela cidade.

Esperançosos, eles fizeram uma oração pedindo a ajuda da Mãe de Deus para que voltassem fartos de peixes para a festança. Quando estavam quase desistindo da pescaria, João Alves arremessou a rede novamente e fisgou uma parte do corpo da imagem escura de Nossa Senhora Aparecida. Emocionado, lançou a rede pela segunda vez e encontrou a cabeça da imagem. Em seguida veio o milagre. As redes enchiam-se de peixes, o que os deixou preocupados com o perigo do barco virar e perder todos os peixes apanhados.

TOPO