Copagril
Marechal

Comunidade rondonense se despede do secretário de Agricultura

Maria Cristina Kunzler

O clima cinzento da madrugada de ontem (30) dava o prenúncio de que uma notícia ruim estava por chegar. O sol nem havia raiado e a informação começava a se espalhar em Marechal Cândido Rondon. Um enfarto fulminante vitimou, aos 43 anos, o secretário de Agricultura e Política Ambiental e vereador licenciado Hilário Gauer (PMDB).

 

O fato foi registrado por volta das 03h30. Ele estava em casa e morreu antes mesmo de ser socorrido. Um vizinho teria ajudado a prestar os primeiros socorros até a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegar ao local, contudo, nada pôde ser feito.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

A morte causou comoção no município. Nas redes sociais, várias lideranças, amigos, familiares e conhecidos lamentaram a perda do jovem político. O prefeito Moacir Froehlich (PMDB) decretou luto oficial por três dias, assim como o presidente da Câmara de Vereadores, João Marcos Gomes (PP). Na Igreja Evangélica Martin Luther, onde o corpo foi velado durante o dia de ontem, muitas pessoas passaram para prestar as últimas homenagens.

No ano passado, Gauer passou por um procedimento cirúrgico no coração. Segundo informações, a situação foi delicada e, na época, ele quase havia morrido. Lideranças políticas do município lamentaram a morte prematura de Gauer. É o caso, entre tantos outros, do deputado estadual Ademir Bier, do vereador Neco Kist, do presidente da Câmara, João Marcos Gomes, e do prefeito Moacir Froehlich.

TOPO