Ford/Abradif/Rodovel Ranger
Municípios Caos

Em menos de 24 horas Cascavel registrou 14 acidentes com três mortes

Alguns cruzamentos na cidade estão ficando famosos pela quantidade de acidentes registrados (Foto: Divulgação)

Quem depende do trânsito todos os dias para trabalhar reclama.

Se para os motoristas o trânsito está difícil, imagina para os pedestres, ainda mais para aqueles que possuem necessidades especiais.

De acordo com o Detran. Cascavel teve 147.607 veículos registrados no ano passado e a frota aumenta a cada ano, fator que implica diretamente no aumento de acidentes. Alguns cruzamentos têm acidentes praticamente todos os dias como o da Rua Carlos de Carvalho com a Santa Catarina, na região central, que registrou mais uma batida na segunda-feira (10).

E por incrível que pareça no local só houve três acidentes registrados no ano passado inteiro. O mesmo número nesse mesmo local já foi alçando este ano. Mas, de acordo com a Cettrans, os números reais são bem mais altos, considerando que na maioria dos acidentes sem gravidade os envolvidos não fazem o registro da ocorrência.

O cruzamento das ruas Carlos de Carvalho e Santa Catarina é apenas um recorte da situação do trânsito na cidade toda, que está preocupante. Só ontem (10), até as 19 horas, foram registrados 14 acidentes na cidade com três mortes, duas na área rural e uma na Avenida Piquiri. Até abril deste ano o Cettrans registrou 1.239 acidentes de trânsito. No mesmo período do ano passado foram 1.216.

Um levantamento preliminar da companhia mostra que em todo o perímetro da cidade, incluindo rodovias e área rural, já são mais de 25 mortos no trânsito só este ano. Outras duas mortes aconteceram na área rural ontem, quando uma camionete caiu dentro de um rio. Para a Cettrans, a solução está não só nos investimentos que estão sendo planejados, mas também na conscientização dos motoristas.

 

Com Catve.com 

TOPO