Brincando na Praça 2019
Municípios Homologação

Governador Ratinho Junior libera recursos para Quatro Pontes adquirir caminhão

O chefe do Executivo de Quatro Pontes, João Laufer, recebeu do governador Ratinho Junior a autorização para homologação do processo licitatório para aquisição de caminhão ao valor de R$ 229 mil (Foto: Divulgação)

Na 4ª assembleia dos prefeitos da região, realizada nesta sexta-feira (24) na sede da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop), em Cascavel, o chefe do Executivo de Quatro Pontes, João Laufer, recebeu do governador Ratinho Junior a autorização para homologação do processo licitatório para aquisição de caminhão ao valor de R$ 229 mil. Deste montante, R$ 189.173,91 são da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (Sedu) e R$ 39.826,09 contrapartida municipal.

Na oportunidade, o mandatário, acompanhado do secretário de Obras, Urbanismo e Transportes, Luis Carlos Becker, ainda assinou o protocolo de intenções do Consórcio Intermunicipal para a Gestão e Tratamento de Resíduos Urbanos do Oeste do Paraná, juntamente com os municípios de Anahy, Assis Chateaubriand, Boa Vista da Aparecida, Braganey, Brasilândia do Sul, Cafelândia, Capitão Leônidas Marques, Catanduvas, Céu Azul, Corbélia, Diamante do Oeste, Formosa do Oeste, Francisco Alves, Ibema, Iguatu, Iracema do Oeste, Jesuítas, Lindoeste, Maripá, Matelândia, Nova Santa Rosa, Ouro Verde do Oeste, Pato Bragado, Ramilândia, Santa Lúcia, Santa Tereza do Oeste, São José das Palmeiras, São Pedro do Iguaçu, Terra Roxa, Toledo, Três Barras do Paraná, Tupãsse e Vera Cruz do Oeste.

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES

O encontro com o governador Ratinho Junior contou com a presença de secretários de Estado, presidentes de companhias públicas, deputados federais e estaduais e outras lideranças. Ele anunciou a liberação de R$ 54.063.441,43 em investimentos diretos nos municípios. Os protocolos estavam separados em 46 convênios e foram destinados a 29 cidades, contemplando obras diversas e em diferentes segmentos. Os recursos são provenientes da Sedu, Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Seil), Obras Públicas e Saúde, além da Copel e Sanepar.

 

Com assessoria 

TOPO