Paraná

Após rebelião, delegado-chefe diz que cadeia de Umuarama pode ser demolida

O delegado-chefe da 7ª Subdivisão Policial de Umuarama, no noroeste do Paraná, Osnildo Carneiro Lemes, disse nA sexta-feira (29) que a cadeia pode ser demolida por conta da destruição causada na rebelião ocorrida entre a noite de quarta-feira (27) e a tarde de quinta-feira (28).

Segundo ele, as instalações foram totalmente danificadas. "Uma equipe de engenharia da Polícia Civil de Curitiba veio até aqui e constatou que foram retiradas portas, batentes, grades das celas, além das instalações elétricas e hidráulicas terem sido depredadas", afirmou.

Casa do Eletricista – RETOMA

Lemes disse acreditar que "talvez seja melhor demolir e construir a cadeia em outro local". Isso porque, o gasto para uma solução paliativa pode ser muito caro. "Mas agora é outro setor da polícia que deve analisar isso", explicou.

Após o fim da rebelião, na quinta-feira, 125 presos foram transferidos da cadeia para a Penitenciária Estadual de Cruzeiro do Oeste (Peco), também no noroeste do estado. Segundo o delegado, restam cerca de 110 presos no local. Existe, ainda, a previsão de transferência de mulheres para Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

TOPO