Copagril
Paraná

Itaipu renova parcerias em benefício de 1,2 mil famílias

Rubens Fraulini/Itaipu Binacional

Jorge Samek destacou aos presentes que o programa Cultivando Água Boa não é só da Itaipu, mas de todos os seus parceiros, incluindo as prefeituras, porque exigimos sempre uma contrapartida do Poder Público municipal

 

A Itaipu Binacional vai manter, pelos próximos três anos, duas parcerias que beneficiam 1,2 mil famílias da região da Bacia do Paraná 3 (BP3), no Oeste do Estado, por meio do Programa Cultivando Água Boa (CAB). Ontem (06), no Show Rural, em Cascavel, a empresa assinou dois acordos para continuar assessorando agricultores familiares, indígenas e quilombolas em 26 municípios da BP3 e também nas cidades de Toledo e Palotina, no Paraná, e de Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul. As parcerias são com a Cooperativa de Trabalho e Assistência Técnica do Paraná (Biolabore) e o Centro de Apoio ao Pequeno Agricultor (Capa).

A cerimônia de assinatura ocorreu no estande da binacional no Show Rural, com a presença de produtores rurais e dos representantes das instituições. Como a minuta dos documentos ainda será concluída, o ato foi simbólico, mas já estabelece o compromisso das parceiras.

Casa do eletricista TRATAM. E ACESS.

Itaipu também fez a entrega dos primeiros exemplares do Calendário Astronômico-Agrícola (edição 2015) e do Anuário Brasileiro da Agricultura Familiar 2014. O material será repassado aos agricultores e técnicos parceiros do Programa Desenvolvimento Rural Sustentável de Itaipu.

Participaram da solenidade o diretor-geral brasileiro da Itaipu, Jorge Samek; o diretor de Coordenação e Meio Ambiente, Nelton Friedrich; o presidente da Biolabore, Lindomar Assi; o coordenador do Capa, Vilmar Saar; o deputado estadual Ademir Bier; o presidente do Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu e prefeito de Santa Helena, Jucerlei Sotoriva; e os prefeitos Jaime Basso (Céu Azul), Natal Nunes Maciel (São Pedro do Iguaçu) e Moacir Froehlich (Marechal Cândido Rondon).

O evento teve a participação de representantes de cooperativas da região, como a Coopamel e Cooperfam, e de instituições parceiras Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater); Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (CPRA).

 

*Leia mais na edição impressa de O Presente.

TOPO