Policial

Acusado de matar taxista em Guaraniaçu é preso em Toledo

Uma equipe do Grupo de Diligências Especiais da Polícia Civil de Toledo recapturou na tarde de ontem (20)  o indivíduo Adilson Paulo dos Santos, de 33 anos, o qual possuía contra si um Mandado de Prisão expedido pela Comarca de Guaraniaçu, acusado de envolvimento no crime de latrocínio praticado contra um taxista naquele município.

O crime foi registrado no dia 28 de julho deste ano, tendo como vítima o taxista Luis Jokoski, de 51 anos. O sobrinho de Adilson, identificado como Lucas dos Santos, de 21 anos, foi preso por policiais civis e militares de Guaraniaçu, no dia 30 de julho, após a polícia receber informação de que dois suspeitos haviam realizado compras num bar, na localidade do Rio Medeiros.

Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

Os policiais militares se deslocaram ate o local, onde foi abordado Lucas dos Santos, 21 anos. O mesmo era suspeito de junto com seu tio Adilson Paulo dos Santos, 33 anos ter cometido o assassinato do taxista.

Segundo informações dos policiais, no bolso de Lucas foi encontrado um relógio. Questionado sobre a origem ele não soube responder e mais tarde confessou a autoria do crime.

O crime

Segundo relato de Lucas, no dia dos fatos (28), ele veio de Santa Lúcia junto com seu tio Adilson, com intuito de ir ate a localidade de São José onde residiu. Após pegarem o táxi em Guaraniaçu, pediram para que o motorista entrasse numa estrada secundária. Quando o carro parou, Adilson já efetuou um disparo pelo vão entre o encosto do banco, atingindo a nuca do taxista. Em seguida ele disparou mais três vezes nas costas do taxista.

Depois de matar Luis, Adilson retirou o corpo do carro e fugiu, abandonando o veículo cerca de 10 quilômetros à frente, de onde seguiram a pé até uma fazenda. Ali os autores do crime fizeram um esconderijo na mata. No dia 30, Adilson deu a Lucas R$ 49,00 para que ele fosse fazer compras em uma mercearia onde acabou sendo preso.

TOPO