Copagril
Policial Acusado fugiu

BPFron apreende R$ 4 milhões em anabolizantes, contrabando, pneus e carro em Guaíra

Fotos: Divulgação/BPFron

 

No final da noite de sexta-feira (14), policiais militares do Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron) avistaram um veículo Fiat/Pálio Week Trekking trafegando em alta velocidade, tendo realizado manobras bruscas e perigosas dentro de um bairro de Guaíra, colocando a vida de terceiros sob constante risco.

Em ato contínuo o veículo tomou rumo à área rural, onde a aproximadamente cinco quilômetros do início da abordagem o condutor adentrou em uma plantação de milho após perder o controle, abandonando o veículo e tomando rumo ignorado, não sendo mais possível encontrá-lo.

Casa do Eletricista LORENZETTI

Foi observado que o automóvel estava carregado com nove volumes de mercadorias do Paraguai sem desembaraço fiscal, 6.542 frascos de anabolizantes e três pneus. Todo o material apreendido e o veículo foram encaminhados para a Companhia do BPFron em Guaíra para a confecção de documentos e posteriormente entregues à Receita Federal. Estima-se que o contrabando apreendido esteja avaliado em R$ 4 milhões.

Tal iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalizações atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros.

A Operação Muralha é coordenada pela Receita Federal em parceria com a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Exército, Marinha, Aeronáutica, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), Departamento de Estradas e Rodagem (DER), Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Polícia Militar do Paraná, Polícia Civil e Departamento de Inteligência do Estado do Paraná – DIEP), Justiça Estadual, Ministério Público e Receita Estadual do Paraná.

 

O Presente

 

TOPO