Policial Dois presos

Com 8,2 toneladas, apreensão de maconha em Palotina é a maior do ano feita pela PRF no país

(Foto: Divulgação/PRF)

Foi divulgado por volta das 21h30 desta sexta-feira (17) o resultado da contagem da grande quantidade de droga apreendida na cidade de Palotina.

O entorpecente somou 8.281 quilos, cuja apreensão é considerada a maior realizada este ano pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em todo o Brasil. A mega operação foi desenvolvida em conjunto com a Polícia Federal.

Casa do Eletricista – RETOMA

Até então, a maior apreensão feita em 2020 pela PRF havia sido registrada em Rio Brilhante (MS), no último mês de fevereiro, quando 2,6 toneladas da droga foram retiradas de circulação.

 

PALOTINA

Na operação desencadeada neste dia 17 de abril em Palotina, além do entorpecente foram interceptados pelas equipes dois fuzis, 14 pistolas e munições. A investigação teve início a partir de informações levantadas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Foz do Iguaçu. A suspeita inicial era de uma rota de tráfico de armas e drogas que abasteceria a criminalidade organizada que atua no Rio de Janeiro.

Um dos fuzis apreendidos é de calibre 762. O outro, calibre 556. Ambos têm alto poder destrutivo. Também foram apreendidos quatro kits rajada, acessório que transforma pistolas em armas automáticas, além de um pacote de haxixe.

A maioria dos itens apreendidos estava escondida em um galpão no Jardim Diamante, em Palotina. De fachada, o local seria um depósito para materiais de construção, todavia uma empilhadeira encontrada seria utilizada para movimentar a enorme quantidade de drogas.

Um homem foi preso em Marechal Cândido Rondon, durante tentativa de fuga, enquanto a mulher acabou presa em Palotina. A operação conjunta da PF e da PRF também cumpriu mandados de busca e apreensão em Quatro Pontes. Um ex-policial militar seria apontado como líder do grupo criminoso.

Durante a ação, ao menos três veículos de alto padrão com alerta de roubo foram recuperados: duas caminhonetes e um automóvel de luxo.

Uma das caminhonetes havia sido roubada em maio de 2019, no município de São Gonçalo (RJ). A outra, em Magé, também no Rio de Janeiro, em janeiro do ano passado. Já o carro de luxo foi furtado na cidade de São Paulo (SP), em maio de 2018.

O fato de as duas caminhonetes terem sido roubadas no estado do Rio de Janeiro reforça a conexão entre crimes violentos e o tráfico de armas e drogas. A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia da Polícia Federal em Guaíra.

 

O Presente com PRF

 

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO