Policial

Falsa enfermeira sequestra recém-nascido em hospital

A Pol iacute;cia Civil de Apucarana j aacute; identificou uma suspeita pelo sequestro de um rec eacute;m-nascido ocorrido no Hospital da Provid ecirc;ncia, na noite da quarta-feira (11). O beb ecirc; foi levado do quarto por uma mulher que se passou por enfermeira. Ela se apresentou como M aacute;rcia e disse que levaria a crian ccedil;a para realizar o teste do pezinho.
O sequestro foi descoberto quando a m atilde;e estranhou a demora na realiza ccedil; atilde;o do teste e chamou as enfermeiras. Elas avisaram que n atilde;o havia teste agendado para o beb ecirc; e acionaram a Pol iacute;cia Militar. Mais m atilde;es que estavam no hospital relataram que a mulher esteve em outros quartos, onde tamb eacute;m tentou levar os beb ecirc;s.
Segundo o delegado Gabriel Junqueira Filho, detalhes sobre a suspeita n atilde;o ser atilde;o divulgados para n atilde;o atrapalhar as investiga ccedil; otilde;es.
A mulher teria fugido em um Gol preto com placas de Ponta Grossa.
O delegado considera que houve certa neglig ecirc;ncia do hospital, mas frisou que o fato foi comunicado aos ju iacute;zes das varas Criminal e de Inf acirc;ncia e Juventude e tamb eacute;m agrave;s promotorias dessas aacute;reas, que v atilde;o apurar e avaliar essa quest atilde;o. A unidade hospitalar, segundo ele, n atilde;o tinha c acirc;meras de seguran ccedil;a.
A dire ccedil; atilde;o do Hospital da Provid ecirc;ncia negou que houve neglig ecirc;ncia, alegando que a mulher entrou na unidade em hor aacute;rio de visitas e os profissionais a confundiram com uma acompanhante. O hospital informou que est aacute; dando apoio agrave; fam iacute;lia e investigando como a sequestradora saiu do local com o beb ecirc; sem ser vista pelos funcion aacute;rios.

TOPO