Pref. MCR Novembro Azul.
Policial

MP desiste de denúncia contra Aldeir Soares

Foto: O Presente

O Minist eacute;rio P uacute;blico (MP) julgou improcedente a den uacute;ncia de oculta ccedil; atilde;o de cad aacute;ver feita em desfavor de Aldeir Jos eacute; Soares, o Preto, irm atilde;o do policial militar Almir Soares. Este acusado de matar, no uacute;ltimo dia 24 de janeiro, o bragadense Euclides Henrique Ernzen, 37 anos, e a filha e o sobrinho de Euclides, Bruna Immich Ernzen, 12 anos, e Fabrizio Immich Cattelan, dois anos, respectivamente. Conforme o MP n atilde;o h aacute; provas para incriminar Aldeir de envolvimento no caso. A advogada Margarete In ecirc;s Biazus Leal (foto), que defende Aldeir Soares, disse ontem (17) que vai requerer ao juiz da Vara Criminal de Marechal C acirc;ndido Rondon, Clairton M aacute;rio Spinassi, n atilde;o apenas a impron uacute;ncia do seu cliente, mas que ele (Aldeir) tenha uma absolvi ccedil; atilde;o sum aacute;ria com a decreta ccedil; atilde;o definitiva de sua inoc ecirc;ncia.

LEIA MAT Eacute;RIA COMPLETA NA VERS Atilde;O IMPRESSA

Casa do Eletricista folha LORENZETTI
TOPO