Ford Ranger 2021 + Territory
Copagril – Compras no Site
Policial Mandados de prisão, busca e apreensão

Policiais militares são alvos de operação do Gaeco na região

(Foto: Divulgação)

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Foz do Iguaçu deflagrou uma operação contra policiais militares na região Oeste do Paraná, na manhã desta terça-feira (10).

Os agentes cumprem 13 mandados de prisão preventiva e 26 mandados de buscas e apreensão nas cidades de Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, Santa Helena e Cascavel.

Casa do Eletricista – NÃO PAGUE AR

A investigação, que teve início há mais de um ano, apontou que dez policiais militares, que atuam em Santa Terezinha de Itaipu, são acusados de fazer parte de uma organização criminosa, juntos eles cobravam propina para liberar os contrabandistas para passar pelas fiscalizações, segundo assessoria do Gaeco.

Ao decorrer da apuração, o Grupo de Atuação identificou que quando o valor não era pago pelos envolvidos, os produtos eram apreendidos e revendidos por familiares ou pessoas próximas dos militares, isso inclusive em sites e grupos de venda online. O valor arrecadado era dividido entre os membros da organização criminosa.

Em Cascavel é cumprido apenas um mandado de buscas e apreensão pelas equipes. A Corregedoria da Polícia Militar participa da operação e abrirá inquérito para apurar a conduta dos oficiais. O comando do 6º BPM (Batalhão da Polícia Militar) informou que os alvos da ação não pertencem ao batalhão.

Os presos e os materiais apreendidos serão encaminhados a Foz do Iguaçu. Eles devem responder pela prática de crimes de peculato, corrupção passiva, falsidade ideológica, prevaricação e lavagem de ativos.

 

Com Catve

TOPO