Policial

Réus da “chacina de Guaíra” são condenados a 348 anos de prisão

Foto: Umuarama Ilustrado

Os advogados Luiz Cl aacute;udio Nunes Louren ccedil;o e Adem iacute;lson dos Reis, que representam Jair Correa, o Nen atilde;o, 53 anos; Ademar Fernando Luiz, o Blake, 28 anos; e Fabiano Alves de Andrade, o Buiu, 25 anos, acusados de matar 15 pessoas e tentar matar outras oito, no dia 22 de setembro de 2008, em uma ch aacute;cara em Gua iacute;ra, t ecirc;m cinco dias para recorrer da decis atilde;o do juiz Wendel Fernando Brunieri, que condenou cada um dos r eacute;us a 348 anos de pris atilde;o, ap oacute;s eles terem sido reconhecidos pelos jurados como culpados da chacina.
O j uacute;ri come ccedil;ou na segunda-feira (09) em Gua iacute;ra e terminou por volta das 17 horas de ontem (10). Os r eacute;us foram condenados, de acordo com o entendimento do juiz, por concurso material, no qual s atilde;o somadas as penas de todos os crimes. ldquo;Os r eacute;us foram condenados por todos os crimes, n atilde;o foram absolvidos de nenhum rdquo;, informou Luiz Cl aacute;udio, no final do j uacute;ri.

LEIA MAT Eacute;RIA COMPLETA NA VERS Atilde;O IMPRESSA

Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS
TOPO