Ford Ranger 2021 + Territory
Copagril – Compras no Site
Policial

Suspeito é acusado de 3 mortes, uma delas de policial

Malote e armas encontradas com os suspeitos no momento da prisão. Foto: Radarbo

A Pol iacute;cia Civil (PC) tenta autoriza ccedil; atilde;o junto agrave; Justi ccedil;a para transferir da Delegacia de Pol iacute;cia de Gua iacute;ra para o pres iacute;dio de Foz do Igua ccedil;u o preso Junior Ferreira Costa, o P atilde;o. Ele foi preso na tarde de ter ccedil;a-feira (09) pela Pol iacute;cia Militar de Terra Roxa, naquele munic iacute;pio, em companhia de M aacute;rcio de Oliveira Raulino. Os dois foram encontrados com tr ecirc;s armas e um malote que havia sido roubado na ter ccedil;a-feira na BR-163. Ao ser detido, Junior se identificou como ldquo;Elton Lucas dos Santos rdquo;, mas ontem (10), a partir de investiga ccedil; atilde;o feita pela Pol iacute;cia Civil de Gua iacute;ra, foi descoberta sua verdadeira identidade e o motivo pelo qual n atilde;o deu o nome correto.
De acordo com o Setor de Homic iacute;dios da 6 ordf; Subdivis atilde;o Policial de Foz, h aacute; em desfavor de P atilde;o tr ecirc;s mandados de pris atilde;o preventiva, todos fundamentados em inqu eacute;ritos instaurados para apurar homic iacute;dios. Os crimes ocorreram nos meses de novembro e dezembro passado, na Vila C de Foz.

Ex-policial
Uma das v iacute;timas foi o ex-policial civil Jos eacute; Francisco Marino dos Santos, o Marrom. Ele foi morto um dia ap oacute;s o Natal de 2009. De acordo com o delegado Marcos Araguari de Abreu, do Setor de Homic iacute;dios, P atilde;o tinha um desentendimento com a v iacute;tima (Marrom), cujo motivo ainda n atilde;o foi apurado.
O ex-policial foi morto a tiros em sua resid ecirc;ncia. ldquo;Pelo que ficamos sabendo, o Junior entrou no local e solicitou a pessoa do Jos eacute; Francisco. Havia algumas pessoas no local, mas ele insistiu em falar com o Jos eacute; Francisco. Quando o Jos eacute; apareceu, ele (Junior) falou alguma coisa e j aacute; disparou rdquo;, conta o policial. No crime teria sido empregado uma pistola. Nesse homic iacute;dio apenas Junior teria participado. nbsp;

Casa do Eletricista – NÃO PAGUE AR

Outros
Outras pessoas ligadas a Junior est atilde;o sendo investigadas em outros crimes, informa o delegado. Um mandado de pris atilde;o, inclusive, foi expedido em desfavor de Rodrigo Ribeiro Silv eacute;rio, o Gardenal, primo do P atilde;o. Gardenal eacute; investigado por suspeita de envolvimento na morte do adolescente Weslei Fernandes de Souza. Luciano Arzamendia, colega de Weslei, de acordo com suspeita da pol iacute;cia, teria se revoltado com a morte do amigo e ido at eacute; a casa de Gardenal, atirando contra o ve iacute;culo Bora do mesmo. Segundo investiga ccedil; atilde;o, P atilde;o, ent atilde;o, teria matado Luciano. Pouco tempo depois, Luan Rodrigo Bonif aacute;cio, conhecido de Luciano, tamb eacute;m teria sido morto por P atilde;o. Gardenal eacute; tido pela pol iacute;cia como foragido.

Assalto
O assalto que resultou na pris atilde;o de P atilde;o aconteceu no Distrito de Bela Vista, Gua iacute;ra. Marcio e P atilde;o s atilde;o acusados de terem abordado duas pessoas na rodovia, quando essas se deslocavam de moto, com um malote, para Gua iacute;ra. As v iacute;timas foram rendidas, agredidas e deixadas na 163 com a moto, enquanto a dupla fugia com o malote em um Polo. Os suspeitos foram perseguidos por policiais militares e detidos no interior de Terra Roxa. A pol iacute;cia apreendeu dois rev oacute;lveres 357, uma pistola 9mm, muni ccedil; otilde;es e ainda recuperou o malote.

TOPO