Política

82% dos paranaenses desaprovam a gestão Dilma

Ueslei Marcelino/Reuters

A presidente Dilma Rousseff vinha perdendo popularidade no Paraná desde 2013.

Após um início de segundo mandato turbulento, a popularidade da presidente Dilma Rousseff (PT) entre os paranaenses caiu 22 pontos porcentuais entre dezembro de 2014 e fevereiro deste ano. Segundo levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, encomendado pela Gazeta do Povo, 82% dos eleitores do estado desaprovam a gestão Dilma. Além disso, 51% das pessoas que votaram nela no segundo turno das eleições de 2014 não repetiriam seu voto hoje, de acordo com a pesquisa.

A impopularidade da presidente no Paraná está ligeiramente acima da do governador Beto Richa (PSDB), seu adversário político pesquisa publicada pela Gazeta na última terça-feira (3) mostrou o governador com 76% de desaprovação. A natureza da queda, entretanto, é diferente. Se Richa caiu de uma alta aprovação em questão de dois meses, Dilma já vinha perdendo popularidade desde 2013.

Casa do Eletricista – Clorador Agosto

Em dezembro de 2012, a petista ainda vivia uma espécie de lua de mel com o eleitor do estado, com 72% de aprovação. Oito meses depois, em agosto de 2013, esse índice caiu para 41% e trouxe, consequentemente, uma desaprovação de 55%. Após uma ligeira recuperação, esse índice voltou a cair em dezembro de 2013. No final de 2014, a desaprovação estava em 60% e a aprovação em 35%.

Esses índices refletem o desempenho eleitoral da presidente no estado. Apesar da vitória no resto do país, a petista conseguiu apenas 39% dos votos válidos dos eleitores paranaenses no segundo turno, contra 61% do adversário Aécio Neves (PSDB). No primeiro turno, ela fez 32%.

TOPO