Ford/Abradif/Rodovel Ranger
Política Lava Jato

Advogado de Lula diz esperar que “fatos novos” sensibilizem o Poder Judiciário

Trechos de mensagens atribuídas a procuradores da Lava Jato e a Sérgio Moro foram divulgados pelo site "The Intercept" (Foto: Reprodução/TV Globo)

O advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Cristiano Zanin, disse nesta terça-feira (11) que espera que “fatos novos” sensibilizem o Poder Judiciário. A declaração foi dada após o site “The Intercept” publicar no fim de semana reportagem com mensagens atribuídas a Sérgio Moro e a procuradores da Operação Lava Jato.

Segundo o site, o então juiz responsável pela Lava Jato no Paraná orientou ações e cobrou novas operações dos procuradores que atuam na operação. As conversas aconteceram no Telegram – aplicativo de mensagens. Eles denunciaram recentemente que tiveram seus celulares hackeados.

“Nós esperamos que esses fatos novos possam efetivamente sensibilizar e mostrar ao nosso poder judiciário, que o ex-presidente Lula não teve direito a um julgamento justo, imparcial e independente”, afirmou o advogado.

Zanin se reuniu na manhã de hoje (11) com Lula na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde o ex-presidente está preso.

“Nós temos a possibilidade, com esse material, de levar também fatos novos ao Judiciário pra reforçar aquilo que nós sempre dissemos: a falta de imparcialidade, a falta de um julgamento imparcial, independente, a falta de um tratamento igual para acusação e defesa. Isso são fatos que nós, desde o primeiro momento, já havíamos levado aos processos, já havíamos feito a prova perante os tribunais. Infelizmente, até o momento, não houve esse reconhecimento”, afirmou Zanin.

 

Com G1 PR 

TOPO