2º Agita Rondon – 2019
Política Empossado presidente

Schiavinato assume Frente Parlamentar Mista da Suinocultura

Deputado federal e novo presidente da Frente Parlamentar Mista da Suinocultura, José Carlos Schiavinato (PP): “Junto da Associação Brasileira de Criadores de Suínos vamos olhar o que é necessário para oferecer condição melhor e uma rentabilidade melhor ao produtor rural que tem trabalhado com a suinocultura há tantos anos” (Foto: Divulgação)

 

O deputado federal toledano José Carlos Schiavinato (PP) tomou posse na tarde de terça-feira (14), em Brasília, como presidente da Frente Parlamentar Mista da Suinocultura. Ele assume a presidência em substituição ao deputado Luis Antonio Franciscatto Covatti (PP-RS). “Tomamos posse nesta terça-feira na Frente Parlamentar Mista da Suinocultura, que envolve a Câmara dos Deputados e o Senado Federal. Assumimos esta função no lugar do deputado Covatti, que é o novo secretário de Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul. Junto da Associação Brasileira de Criadores de Suínos, terei a missão de defender o suinocultor junto às políticas de governo”, declarou ao O Presente. “Nós estamos afinados com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e fazemos parte da Frente Parlamentar da Agropecuária, além de integrar a Comissão da Agropecuária na Câmara Federal”, emendou.

O deputado salienta que já esteve reunido com a Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS), quando recebeu uma carta com as prioridades do setor. “Tenho defendido a suinocultura e já o fiz quando deputado estadual, mas agora cabe a mim cuidar do interesse do suinocultor em nível nacional”, enaltece.

Casa do Eletricista PISCINAS

O parlamentar evidencia seu compromisso com a suinocultura e lembra que um dos desafios é instigar a destinação final da carcaça dos animais mortos nas propriedades rurais, além de enaltecer a produção destaque de suínos na região Oeste do Paraná. “Tive a oportunidade de permanecer 33 anos dentro da Prefeitura de Toledo, município que tem 1,1 milhão de suínos alojados nas propriedades, bem como cidades da região, a exemplo de Entre Rios do Oeste, com 120 a 130 mil suínos e Marechal Cândido Rondon, que também conta com plantel excepcional. O Oeste é uma região de destaque devido à grande produção e às unidades frigoríficas, fazendo excelente trabalho no beneficiamento desta carne”, pontua.

Conforme Schiavinato, ele estará junto dos produtores rurais olhando seus interesses a fim que se tenha mais facilidade e melhores políticas de governo para trazer mais benefícios à suinocultura.

 

CUIDAR DA CATEGORIA

O deputado reconhece que a suinocultura está muito avançada em Estados como Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, mas é preciso que haja política de governo em benefício do suinocultor. “A suinocultura é uma área muito difícil de lidar. Hoje a operação está muito melhor do que antigamente, bem definida e bem organizada por parte das cooperativas e das empresas, dos frigoríficos, ou seja, com os processos muito bem acertados”, compara. “Porém, temos que entender se tratar de um trabalho diferenciado, que depende de ter acessibilidade nas propriedades rurais, que depende de uma política de governo que ofereça subsídios na busca de financiamentos para melhoria dessas estruturas. É necessário existir plano de governo no qual minigeradores possam ser implantados nas propriedades rurais para gerar energia através dos dejetos da suinocultura. Precisa interferência do governo para viabilizar ações com esta. O futuro do nosso país é que tenhamos uma produção de energia de melhor qualidade, então não podemos desperdiçar este projeto. Ações como esta devem ser implantadas em nível de Brasil, no entanto acontecerão a partir de financiamento por parte do governo federal”, diz Schiavinato.

O novo presidente da Frente Parlamentar Mista da Suinocultura reforça que desempenhará o trabalho de cuidar da categoria e do setor. “Junto da Associação Brasileira de Criadores de Suínos vamos olhar o que é necessário para oferecer condição melhor e uma rentabilidade melhor ao produtor rural que tem trabalhado com a suinocultura há tantos anos”, afirma.

 

O Presente

TOPO