Geral

Conferência em Foz vai reforçar a luta contra o tráfico de pessoas

A Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SEJU) promove nesta segunda-feira (07) e terça-feira (08), em Foz do Iguaçu, a 1ª Conferência Estadual para o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas do Estado do Paraná. A abertura será às 18 horas, no Hotel Golden Tulip Inernacional Foz.

De acordo com a coordenadora do NETP/PR, Stella Maris Natal, o objetivo da conferência é difundir a política nacional de enfrentamento ao tráfico de pessoas com a inclusão dos órgãos parceiros no Paraná. Ou seja, uma integração para, assim, implantar ações para criar uma rede de atendimento dentro do estado.

Casa do Eletricista – RETOMA

Segundo o órgão, o NETP/PR vem realizando a capacitação de servidores para o aprimoramento os instrumentos jurídicos que baseiam as ações de enfrentamento. Em um ano de funcionamento, várias pessoas do Paraná foram encontradas em outros estados ou países e foram trazidas de volta à cidade de origem.

A coordenadora alerta que os aliciadores das vítimas atuam, principalmente, em agências de emprego, modelos, casamentos ou sites de relacionamento, clubes e “olheiros” em busca de atletas, além de ONGs responsáveis por adoções nacionais e internacionais.

Programação do evento

Nesta segunda-feira, após solenidade de abertura, serão realizadas duas palestras com a coordenadora Nacional do Enfrentamento do Tráfico de Pessoas do Ministério da Justiça, Heloísa Greco Alves e pela presidente da Associação Brasileira de Defesa da Mulher, da Infância e da Juventude (Asbrad) e integrante do Comitê Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (Conatrap), Dalila Figueiredo.

Na terça-feira, às 9h20, o o coordenador geral da Comissão Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo no Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (Conatrae) da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, José Armando Fraga Diniz Guerra, vai falar sobre a atuação da comissão. Os dirigentes e representantes da Defensoria Pública da União também farão uma palestra em seguida.

À tarde, serão abordadas as Ações de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas pela Polícia Federal, Centro de Referência e Atendimento à Mulher em Situação de Violência, OAB Paraná, Conselhos Tutelares e Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). E no encerramento haverá uma palestra do NETP/PR, às 17h30.

TOPO