Pref. MCR – OktoberFest MCR 2019
Geral

Firjan aponta gestão fiscal de Rondon entre as melhores

Costa Fotografias Aéreas
Marechal Cândido Rondon figura como uma das cidades com melhor índice de gestão fiscal do Brasil e do Paraná

Enquanto a maioria dos municípios brasileiros não administra seus recursos de forma satisfatória, Marechal Cândido Rondon figura novamente entre as melhores gestões do Paraná e do Brasil. É o que aponta o Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), estudo desenvolvido pelo Sistema Firjan para avaliar a qualidade de gestão fiscal dos municípios brasileiros.

Em 2013 foram avaliados 5.164 municípios do País, onde reside 96% da população, tendo por base os números do ano fiscal de 2011. Destes, Marechal Cândido Rondon ficou na posição de número 549. No Paraná ficou em 38º entre os 393 municípios avaliados, representando 98,6% da população do Estado.

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES

A leitura dos resultados é bastante simples: a pontuação varia entre zero e um, sendo que, quanto mais próximo de 1, melhor a gestão fiscal do município. Marechal Cândido Rondon obteve índice 0,7052 pontos, muito superior ao índice médio nacional, de 0,5295 pontos e do próprio índice médio do Paraná, que ficou em 0,5599 pontos.

O IFGF utiliza-se exclusivamente de estatísticas oficiais e é composto por cinco indicadores: Receita Própria, Gastos com Pessoal, Investimentos, Liquidez e Custo da Dívida.

Evolução

Lançado no ano passado, o Índice Firjan jogou luz sobre um tema de grande importância para o país: a forma como os tributos pagos pela sociedade são administrados pelas prefeituras. E apesar de estar apenas no seu segundo ano de realização, o índice permite a comparação dosnúmeros desde o ano base de 2006, o que permite acompanhar a evolução da gestão pública ano a ano.

Neste período, ou seja de 2006 a 2011, a posição de Marechal Cândido Rondon, por exemplo, evoluiu 465% no ranking nacional e 481% no ranking estadual. Em 2006 o município figurava com pontuação de 0,5361 e ocupava a posição de número 2.552 entre os municípios brasileiros e a de 183 no Paraná. 

Esta evolução ocorre graças ao modelo de gestão implantada pela atual administração municipal, por determinação do prefeito Moacir Froehlich e do vice Silvestre Cottica. Este novo modelo destaca-se principalmente nos investimentos em obras e serviços públicos, conforme comprovam os números que medem este índice.

Em 2006 a pontuação para o índice de investimentos em relação à receita corrente líquida do município era de apenas 0,2720 pontos. O grande volume de investimentos feitos pela atual administração elevou este índice para 0,8507 em 2011. Os investimentos realizados na infraestrutura urbana e rural, na estrutura da educação e da saúde pública influenciaram diretamente no aumento deste índice.

Da mesma forma, o índice que avalia os gastos com pessoal também garante pontuação de destaque a Marechal Cândido Rondon, que atingiu índice de 0,8049 neste quesito.

TOPO