Geral

Plantas medicinais conquistam adeptos

O Presente
Nutricionista Caroline Spohr: “Algumas pessoas com pressão alta precisam ter controle com certo tipo de fitoterápico e chá para não aumentar ainda mais esta pressão”

Manter a saúde em dia é o desejo de todos, mas a grande maioria das pessoas não consegue atualmente prevenir doenças ou se curar delas. Alternativas existem e são incontáveis! Já é algo antigo, porém, o que volta a conquistar adeptos é a procura por produtos fitoterápicos, também conhecidos como plantas medicinais.

“São, muitas vezes, chás com a finalidade não só de aquecer e sim de evitar, prevenir ou até reduzir os efeitos de diversas doenças. Porém, eles não têm poder de curar uma doença, como muitas pessoas pensam”, explica a nutricionista Caroline Spohr.

Casa do Eletricista – RETOMA

Os produtos fitoterápicos abrangem uma grande quantidade e atuam no controle de doenças como colesterol, diabetes, pressão alta, infecções, inflamações, ácido úrico, além de que, muitos deles são encapsulados de fibras, que vão ajudar as pessoas no processo de emagrecimento.

“As fibras em geral proporcionam maior saciedade, mas junto com elas deve-se ingerir bastante quantidade de água. Quando você consome fibra ela geralmente é em farinha, pó e hoje tem em cápsula. Por exemplo, farinha seca barriga, psilium, quitosana e fibra de maçã. A fibra tem a função de absorver água e quando o faz atua no intestino”, esclarece.

Segundo Caroline, quando entra no estômago, a fibra faz com que a pessoa não tenha tanta fome ao se alimentar. “Por isso muitas pessoas usam fibras e conseguem perder quantidade significativa de peso, além de ajudar a regular o trânsito intestinal. Elas são muito indicadas para quem sofre de intestino preso e não consegue ir ao banheiro todos os dias. Consumindo fibra com água adequada, ela auxilia nesse processo”, destaca, acrescentando que o ideal é ingerir cerca de dois litros ao dia.

Benefícios

O consumo de fibras auxilia no controle e evita algumas doenças, como, por exemplo, a berinjela. É um produto encontrado em pó e em cápsulas, tendo a finalidade tanto de saciedade e regulamento intestinal, além de ajudar no controle do colesterol. “Não significa que você vai deixar de tomar o remédio receitado pelo seu médico para tomar a berinjela, mas conciliar, até mesmo através de suco da berinjela, pode controlar os níveis de colesterol, ou até mesmo para quem não tem, mas corre risco de ter ela evita que aumente”, informa.

“Os produtos fitoterápicos são mais consumidos por mulheres, que inclusive perguntam se tem algum indicado para crianças, pois hoje há um grande número de crianças com problemas de saúde ou obesidade”, completa Caroline, acrescentando que não é simplesmente ler a respeito, comprar e tomar. “É preciso ter acompanhamento, porque nem todo fitoterápico, chá ou produto natural é indicado para todo tipo de pessoa. Algumas pessoas com pressão alta precisam ter controle com certo tipo de fitoterápico e chá para não aumentar ainda mais esta pressão. Até alguns não são indicados para crianças, dependendo da faixa etária”, afirma.

Sobre a aceitação, a nutricionista diz que quem toma fitoterápico uma vez, acaba sempre querendo voltar a tomar, ou por melhora na saúde ou por ter ajudado a emagrecer, controlar doenças e sempre busca algo mais. “Se é um chá a dica é o controle. Não se deve tomar por tempo muito longo e é sempre bom variar, nesse caso pode ser indicado outro que substitua aquele tomado anteriormente”, conclui.

TOPO