Geral

Sobe a 143 o número de mortos após naufrágio na Itália

Reuters

Soldados italianos carregam corpos de vítimas do naufrágio

Mais 32 corpos de vítimas do naufrágio de um barco de imigrantes na costa da ilha de Lampedusa foram encontrados hoje (06), segundo autoridades da Itália. A melhora do tempo e do estado do mar permitiu aos mergulhadores das forças de segurança italianas que retomassem o trabalho, que havia sido suspenso na sexta-feira (04).

Os mergulhadores recuperaram os corpos de 15 homens e uma mulher. Até o momento, 143 corpos foram encontrados. Quase 500 imigrantes viajavam na embarcação e 155 foram resgatadas com vida. As autoridades temem um balanço final de entre 300 e 360 mortos. A embarcação clandestina havia zarpado da Líbia e afundou na quinta-feira após um incêndio acidental.

Casa do Eletricista – RETOMA

Papa pede preces

O Papa Francisco pediu hoje aos fiéis que o acompanhavam na Praça de São Pedro uma oração pelos imigrantes que morreram no naufrágio. “Gostaria de lembrar junto a vós as pessoas que perderam a vida em Lampedusa na quinta-feira passada: rezemos todos em silêncio por esses irmãos e irmãs nossos, mulheres, homens, crianças. Deixemos nosso coração chorar, rezemos em silêncio”, disse Francisco.

Durante a reza do Ângelus, o pontífice interrompeu seu discurso e pronunciou uma nova mensagem sobre a tragédia, que classificou nesta semana como “vergonha”.

TOPO