Fale com a gente

Marechal Fenômeno astronômico

Rondonense faz belos registros da Superlua; confira

Publicado

em

(Foto: Rafael Sturm)

O fenômeno da Superlua, visível no amanhecer e na noite de terça-feira (14), fez observadores voltarem os olhos ao céu em boa parte do Brasil. Em toda sua majestade, a Lua chama atenção por combinar sua fase cheia e o ponto da órbita mais próximo da terra (perigeu).

O fotógrafo rondonense Rafael Sturm foi um dos felizardos que flagrou a Superlua. Em seus registros, a Lua aparece surgindo entremeio aos prédios de Marechal Cândido Rondon. Confira os registros na galeria acima.

 

Superlua de Morango 

O evento deste mês de junho também foi chamado de de Superlua de Morango, em uma referência aos povos originários dos Estados Unidos à época da colheita dos frutos.

“Lua de Morango e outros nomes como Lua do Lobo, Lua de Mel, tem origem nas culturas indígenas da América do Norte, dos Estados Unidos. Estes nomes foram inicialmente usados por lá e devido à globalização, ouvimos também por aqui. Mas, são culturais. A cor da Lua não muda. A não ser que a pessoa esteja observando a Lua nascendo no horizonte Leste ou se pondo no horizonte Oeste. Neste momento, não só a Lua, mas qualquer astro quando fica próximo do horizonte, tem um tom mais avermelhado, alaranjado, devido à atmosfera da Terra”, explica o coordenador do Observatório Didático de Astronomia da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Rodolfo Langui.

 

O Presente com Agência Brasil 

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Facebook