Poder Legislativo 17 de novembro

Vereador rondonense propõe dia em homenagem a colecionadores de armas, atiradores e caçadores

(Foto: Cristiano Viteck)

Está em tramitação no Poder Legislativo de Marechal Cândido Rondon o Projeto de Lei 19/2022, de autoria do vereador Vanderlei Sauer (Soldado Sauer). Ele propõe a criação do “Dia Municipal dos Colecionadores, Atiradores e Caçadores”, a ser celebrado em 17 de novembro.

“Importante reconhecer um dia municipal comemorativo aos Colecionadores, Atiradores e Caçadores, conhecidos como CACs. Esses desportistas são um grupo de pessoas muito bem organizadas e praticam um esporte que vem crescendo muito no nosso município, no país e no mundo”, justifica o autor da matéria.

[ Publicidade ]
Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

A data de 17 de novembro foi escolhida porque, nesse dia no ano de 2018, o atirador rondonense Regis Alvaro Mensch conseguiu vaga para a Seleção Brasileira de Tiro, quando conquistou a quarta colocação no Overall Revolver e a primeira colocação na classe A, além de sagrar-se campeão por equipe do Paraná.

[ Publicidade ]
Nied 2022 – Padrão

“Os atiradores desportivos, dentro de regras muito severas e rígidas, acompanhadas de perto pelo Exército Brasileiro, cada dia mais fazem desse esporte um estilo de vida, valorizando os atributos humanos como o físico, psicológico, de concentração, disciplina, técnica, organização, dentre outros”, afirma o Soldado Sauer.

Já os colecionadores de armas, segundo ele, têm um papel importante, pois conseguem reunir peças históricas, modernas e muitas vezes raras, contribuindo com a preservação do acervo e da história do Brasil.

“Por sua vez, os caçadores, embora estigmatizados, têm papel importante, que só vão fazê-lo diante de legislação específica, atuando quando a caça se fizer necessária para controle ambiental e autorizada por lei, abatendo animais da fauna exótica invasora e nociva, nunca em desfavor à natureza”, informa.

 

CACs

Para se tornar Colecionador, Atirador ou Caçador (CAC), o cidadão precisa passar por um rigoroso processo junto ao Exército Brasileiro para conseguir o Certificado de Registro, bem como adquirir seus equipamentos de treino e de prática da atividade desportiva. Deve comprovar sua idoneidade, não podendo conter nenhum registro criminal em seus antecedentes, ter ocupação lícita, capacidade psicológica e técnica.

“É um grupo bastante seleto de cidadãos de reputação inquestionável, organizados em torno de uma atividade desportiva e de lazer. São uma parcela da sociedade que tem demostrado uma organização peculiar, um crescimento salutar em suas práticas dentro da comunidade rondonense, merecendo ter reconhecido um dia comemorativo dentro do calendário do nosso município”, conclui o Soldado Sauer.

A matéria foi baixada para análise da Comissão de Justiça e Redação. Após o devido parecer, o projeto de lei será votado em plenário pelos vereadores.

 

Com assessoria

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO