Copagril
Policial

Acusado de homicídio em Porto Mendes será julgado no dia 18

A Vara Criminal da Comarca de Marechal Cândido Rondon confirmou para a próxima quinta-feira (18), a partir das 9 horas, na sala de sessões do Tribunal do Júri, o julgamento do réu Geovane Gilberto de Lima, 24 anos. Ele é acusado de envolvimento em um homicídio ocorrido no dia 28 de janeiro de 2008, no distrito de Porto Mendes, cuja vítima de espancamento a base de pauladas e pedradas foi Augusto Krieser, 44 anos.

Consta nos autos que Geovane teria agido em companhia de Ezequiel Siqueira dos Santos, com quem estaria bebendo em um bar da localidade. Depois de Augusto ter sido agredido e morto na saída do estabelecimento, seu corpo foi arrastado para um matagal e acabou sendo localizado mais tarde.

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES

Os autores do crime foram identificados pela polícia de Marechal Cândido Rondon, mas Ezequiel Siqueira dos Santos ainda continua foragido. Geovane Gilberto de Lima fugiu após o assassinato para o Paraguai e depois para o Mato Grosso, aonde chegou a ser preso, mas acabou sendo liberado.

Sua prisão foi decretada pelo Judiciário de Marechal Cândido Rondon e ele passou a constar novamente na lista de procurados. No dia 09 de dezembro de 2012, ele foi denunciado pela sua esposa por ameaças e o Boletim de Ocorrências possibilitou sua localização. Geovane acabou preso em Porto Mendes e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Marechal Cândido Rondon, onde permanece recolhido no aguardo do julgamento.

Quando foi preso, o acusado disse que Ezequiel Siqueira dos Santos teria sido o autor do homicídio em Porto Mendes. Ezequiel também teve sua prisão decretada pela justiça rondonense, mas até hoje não foi localizado pela polícia. Conforme a denúncia do Ministério Público, Geovane Gilberto de Lima e Ezequiel Siqueira dos Santos são acusados de homicídio qualificado por motivo fútil e meio cruel, sem possibilitar a defesa da vítima.

TOPO