Policial

Delegacia e 2ª Companhia devem ficar na Írio Welp

Divulgação
Terreno de dez mil metros quadrados deve ganhar edificações das polícias Civil e Militar

O terreno de aproximadamente dez mil metros quadrados que foi destinado à construção da sede definitiva do Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron), na Avenida Írio Welp, deve ser o local que vai abrigar a nova Delegacia Cidadã da Polícia Civil e o novo prédio da 2ª Companhia de Polícia Militar.

As informações são do major Erich Osternack, do BPFron, que já teria aberto mão do terreno para a edificação dessas duas estruturas. O BPFron deve ser construído em terreno com mais de 27 mil metros quadrados, na saída de Marechal Rondon para Pato Bragado.

Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

“Agora deve ser viabilizada essa outra área, já que a construção do BPFron é considerada prioridade”, explica o major. “Vamos ter que readequar nosso projeto, que está proposto em terreno menor. Com isso, o espaço entre as edificações ficará maior”, emenda.

A informação, no entanto, não é confirmada pelo secretário de gabinete da Prefeitura de Rondon, Lair Bersch. O secretário municipal de Coordenação de Programas em Segurança e Trânsito, Jossoé Hahn Pinto, frisa que, na Câmara de Vereadores, o terreno foi cedido para a construção do BPFron.

“A lei especifica que é para o Batalhão”, diz. Com isso, teria que ser votada nova lei alterando a doação para construir a Delegacia Cidadã e a 2ª Companhia.

O terreno na Avenida Írio Welp fica a 100 metros da Avenida Rio Grande do Sul e ao lado da captação de água do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae). O assunto tem causado certa polêmica entre diferentes correntes políticas, mas deve estar próximo de um desfecho. “Essa questão está em um impasse muito grande”, diz o chefe de gabinete da prefeitura.

TOPO