Ecoville – Maior rede de limpeza
Policial

Protesto termina em vandalismo e tiros da polícia no Paraná

Antônio de Picolli
Os moradores queimaram pneus e interrompem tráfego na rua que dá acesso à PR 092

O protesto dos moradores da região dos bairros Alceu Garbelini e Aparecidinhos I e 2, no município de Santo Antônio da Platina, terminou em confusão na noite de ontem (10). Cerca de 300 pessoas se reuniram para cobrar melhorias para a praça Monte Real, que segundo os manifestantes, pelo estado de abandono e iluminação precária, é área de risco para os transeuntes.

Por volta das 18 horas, a rua Antônio de Castro Vilas Boas, que liga o bairro ao centro e também dá acesso à PR 092, foi interditada com pneus incendiados. Enquanto os bombeiros apagavam os focos, alguns foram provocados pelos manifestantes. A situação ficou pior quando a via foi desobstruída pela Polícia Militar e os manifestantes se dirigiram para a rua Mário Giovanetti.

Casa do eletricista PRESSURIZADORES

Enquanto os bombeiros tentavam apagar o fogo, um grupo de 50 pessoas começou a jogar pedras nos militares. Um tijolo quebrou o para-brisa do caminhão. A PM precisou disparar sete tiros para o alto para dispersar os vândalos. A ação começou com oito policiais militares, mas precisou de reforço para dispersar a multidão.

Após uma parte dos manifestantes terem concordado em liberar as ruas em troca de iluminação imediata da praça, por volta das 19h30, o clima de tensão retornou. As equipes da Rotam e Canil do 2º BPM foram acionadas. Um dos organizadores foi preso por desacato. Já um garçom foi detido por atear fogo nos pneus.

Segundo os policiais, apenas 50 das 300 pessoas tinham argumentos e protestavam pacificamente. Das 250 que incitavam à violência, 50 participaram das ações de vandalismo. A polícia trabalha para identificar e punir os responsáveis.

TOPO