Fale com a gente

Arno Kunzler

Manchete inimaginável

Publicado

em

“Bolsa atinge maior valor em dois anos. Dólar cai com inflação abaixo do esperado”. Essa é a manchete de um dos principais jornais do Brasil (O Globo) em 14 de novembro de 2023.

Ler isso em meio a duas guerras sangrentas que mobilizam inúmeros países do mundo inteiro e numa semana em que o presidente Lula bem que poderia ter um esparadrapo tampando a barba, chega a ser impressionante.

Para não dizer “inimaginável” mesmo.

Como explicar um desempenho assim, sob as acusações generalizadas contra a política econômica do governo Lula?

Como explicar ao cidadão que durante meses se fartou de notícias desastrosas sobre o futuro da nossa economia?

Essa é a razão pela qual precisamos debater política e economia com argumentos.

Aprendemos a odiar (Lula e Bolsonaro) a ponto de acreditar em tudo que nos enviam contra um ou contra outro.

Mesmo alguns que têm negócios importantes e correm o risco de perder dinheiro torcem para que as coisas deem errado, quando o adversário é governo.

Não deveria ser assim, mas é assim com a grande maioria das pessoas.

Olhar a economia com viés puramente político é um risco elevado de ver as coisas diferentes do que elas são.

Talvez muita gente duvide da intenção ou da razão desta manchete, alguns porque desacreditam no O Globo, outros por não achar ou não concordar com os dados que produziram essa manchete.

Mas, seja como for, sempre é melhor enxergar alguma coisa boa em meio ao turbilhão de notícias ruins, em meio às guerras, às falas presidenciais, às críticas e às negatividades todas que invadem nossas telas de celular, ou de TV, diariamente.

Por Arno Kunzler. Ele é jornalista e fundador do Jornal O Presente, da Editora Amigos e da Editora Gralha Azul

arno@opresente.com.br

@arnokunzler

Copyright © 2017 O Presente