Ford Ranger e Ecosport AGOSTO1
Ford Ranger e Ecosport AGOSTO2
Coluna ADI-PR

Acic vai comprar insumos para produção de respiradores produzidos em Marechal Rondon

Ventilador eletromecânico

O Parque Tecnológico Itaipu aguarda a homologação de ventilador eletromecânico de baixo custo e rápida produção para tratamento de pacientes com coronavírus. A solução é liderada pela Indústria Schumacher, de Marechal Cândido Rondon, e pela usina de Itaipu, com apoio de outras instituições. O protótipo seria uma alternativa bem mais em conta do que os modelos mais completos disponíveis no mercado, que chegam a R$ 80 mil.

Casa do Eletricista – Clorador Agosto

 

Ventilador II

A Associação Comercial e Industrial de Cascavel anunciou que, assim que aprovado pela Anvisa, vai custear a compra dos insumos para a produção dos respiradores que serão produzidos em Marechal Rondon. A Indústria Schumacher, especializada em peças pneumáticas e hidráulicas, adaptou a linha de produção para a criação dos equipamentos.

 

À frente

O prefeito Leonaldo Paranhos (PSC) assinou o estudo de retomada econômica para a cidade de Cascavel. Entre as ações foi autorizada a contratação de um consultor especialista em retomada pós-crise. Também foi assinado o contrato com a Agência de Desenvolvimento do Paraná, por meio do Programa Municipal de Atração de Investimentos.

 

Enfrentamento

A deputada Luísa Canziani (PTB) participou de reunião virtual com o governador Ratinho Junior, o chefe da Casa Civil, Guto Silva, e o secretário Beto Preto (Saúde) sobre modelagem de dados para melhor gestão de enfrentamento à Covid-19. “O Paraná está preparado para enfrentar a crise provocada pelo coronavírus, mas o trabalho conjunto a partir da análise científica e de dados vai contribuir para que possamos elaborar estratégias que suavizem a crise gerada pela pandemia e sejamos mais assertivos na tomada de decisões”, disse.

(Foto: Divulgação)

 

Com desconto

Santa Terezinha de Itaipu é a única cidade do Paraná 100% led. Com a troca das lâmpadas convencionais veio a economia. Os moradores da cidade poderão perceber o desconto de 40% na taxa de iluminação pública já na fatura de junho deste ano.

 

Entrada proibida

O governo federal ampliou a restrição de entrada de estrangeiros de estrangeiros por via terrestre. Uma portaria restringiu por mais 30 dias a entrada, por rodovias ou outros meios terrestres, de estrangeiros de qualquer nacionalidade. A medida está dentro do conjunto de ações para conter a disseminação do novo coronavírus e atende a uma recomendação da Anvisa.

 

Medidas restritivas

O deputado Michele Caputo (PSDB) usou as redes sociais para falar sobre a flexibilização das medidas restritivas ao comércio durante esse período crítico da pandemia do coronavírus. “Tudo deve ser feito com responsabilidade e fiscalização, embora eu ache que seja cedo para isso. Sei que a pressão econômica está muito grande, mas, minimamente, deve ser estabelecido um controle rigoroso”.

 

Rol ampliado

O governo federal ampliou de 32 para 53 o número de serviços essenciais que não podem ficar fechados durante a pandemia. Entre as atividades estão serviços relacionados à alimentação, atendimento bancário, mecânica automotiva, algumas classes industriais, além daqueles exercidos por empresas startups. Essas categorias não serão afetadas por quarentenas decretadas por Estados e municípios.

 

Inovação

O Grupo Muffato inaugurou, em Curitiba, um centro de compras com novas tecnologias de varejo. A 63ª unidade da rede tem o maior aporte tecnológico do país em uma loja física. O empreendimento incorpora tendências como os sistemas de auto-caixa e auto-caixa dinâmico, shop & go, delivery e click and collect (onde o cliente compra on-line ou pelo aplicativo da rede e recebe os produtos em casa ou retira na loja) e todas as soluções omnichannel.

 

Calamidade pública

O Paraná, com 399 municípios, já tem 219 cidades (54,8%) em estado de calamidade pública. A situação permite que as cidades tenham menos amarras nas contas públicas determinadas pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

 

Esperança

O ensaio clínico conduzido pelo Instituto Nacional de Infecciosas mostra que doentes que foram tratados com Remdesivir apresentaram recuperação 31% mais rápida do que aqueles que apenas receberam um placebo. O tempo de recuperação com Remdesivir – o antiviral desenvolvido contra o ébola – diminui de 15 para 11 dias. Os cientistas também sugerem que o medicamento pode ter influência na sobrevivência.

 

Made in Paraná

Equipe técnica do Paraná trabalha na elaboração de propostas para a retomada da economia pós-coronavírus. Além disso, o grupo também vai apresentar propostas de estímulo à geração de emprego e renda. A criação do selo “made in Paraná” é uma das alternativas para estimular o consumo regional e recuperar as perdas provocadas pela interrupção de atividades ao longo da pandemia. “A ideia é para que nossa população possa, ao comprar qualquer produto, reconhecer ele como produto local”, afirmou o governador Ratinho Junior.

 

Compliance 

O deputado Luiz Fernando Guerra (PSL) apresentou projeto de lei que determina a observância de regras específicas de transparência para as licitações, compras e contratos feitos pela administração pública estadual e municipal durante o período declarado de emergência em saúde e calamidade pública. Para o deputado, a iniciativa será mais uma ação complementar ao Programa Estadual de Integridade e Compliance do Paraná.

 

Parceria

Parceria entre o Lacen e o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP) vai multiplicar exponencialmente a capacidade de diagnósticos para exames de Covid-19 no Paraná. Hoje o Lacen consegue processar 600 diagnósticos/dia e pode chegar até cinco mil testes/dia. Atualmente, a coleta para o exame é feita apenas em pacientes com sintomas graves ou em pessoas que tiveram contato com casos confirmados, além dos profissionais da saúde e segurança pública.

 

Novas pontes

O DER informou que os serviços para alterações nos acessos do Contorno Norte de Curitiba em direção à Rodovia dos Minérios serão iniciados a partir de segunda-feira (04). A alteração no fluxo dos acessos acontece por conta da construção de novas pontes no trecho que está exatamente abaixo do contorno.

 

Nova prorrogação

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) prorrogou, por tempo indeterminado, a suspensão do atendimento presencial a eleitores em razão da pandemia do coronavírus. O TRE também determinou o restabelecimento, a partir de segunda-feira (04), da contagem dos prazos processuais dos feitos que tramitam em meio eletrônico.

 

Toque de recolher

O Tribunal de Justiça determinou a retomada do toque de recolher entre 21 horas e 05 horas em Maringá. A decisão segue recomendação da Procuradoria-Geral do município, que pedia a retomada do toque de recolher devido à pandemia do coronavírus após suspensão da medida no dia 15 de abril.

 

Comércio fechado

As lojas do comércio de Londrina não abrem as portas desde ontem (30). A decisão do Tribunal de Justiça se estende para indústrias e obras da construção civil.

 

Testes em casa

A Prefeitura de Foz do Iguaçu aplicou testes da Covid-19 em 820 moradores. A ação, em todas as regiões, mapeou a doença na cidade.

 

Mais testes

A Anvisa autorizou a aplicação de testes rápidos em farmácias e drogarias para detectar infecção pelo novo coronavírus. O problema é que as farmácias ainda não estão capacitadas para realizar os exames. Os testes podem ter alta porcentagem de falso negativo.

 

Dois do Paraná

O presidente Jair Bolsonaro intensificou o diálogo com os deputados fiéis no Congresso Nacional, aliados ideológicos de primeira hora e que compõem hoje uma espécie de tropa de choque bolsonarista no Legislativo. Dos deputados reunidos por Bolsonaro, dois são paranaenses: Aline Sleutjes (PSL) e Filipe Barros (PSL).

 

Volta ao Paraguai

Após 28 dias de espera em Foz do Iguaçu, uma viúva e seus cinco filhos receberam autorização do Paraguai para cruzarem a fronteira e voltaram ao país de origem com o corpo do marido de 61 anos, morto no último dia 31 de março, quando tratava uma leucemia em São Paulo.

 

Alerta

A Sociedade Brasileira para o Progresso das Ciências publicou uma carta ao ministro da Saúde, Nelson Teich, cobrando um plano de ação para o combate à Covid-19. “Se nada for feito nos próximos dias, os pronunciamentos do Ministério da Saúde se resumirão a informar o número de mortos”, diz a carta. O texto afirma ainda que o plano deve conter ações emergenciais a serem implementadas o mais rapidamente possível.

 

Redação ADI-PR Curitiba 

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

 

TOPO