Copagril
Pastor Mário Hort

Desenvolva os projetos de Deus em sua vida – 5ª parte

Todos os edifícios precisam de vários projetos. Nossa existência se compõe de seis projetos, que devem ser desenvolvidos e cuidados até a morte:

 

1º O projeto de Deus para sua nutrição física

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES

O início da fertilização, pelo espermatozoide paterno, que penetrou no óvulo da mãe, transforma o corpo da gestante. Algumas mulheres sentem uma leve “pontada”, quando acontece a fertilização em seu corpo. É porque naquele exato momento se “inicia uma série de alterações, que preparam seu corpo para acolher e nutrir o bebê em formação”. Fonte: Paula Louredo Moraes

Nos primeiros nove meses de nossa existência, nossa mamãe resolveu isso em seu corpo, noite e dia. Após o nascimento, essa tarefa é dos pais e não cessa, nem aos 21 anos do filho(a).

A nutrição é um dos projetos mais importantes de Deus, pois a falta de alimento e água poderá fazer a pessoa desmaiar em poucas horas.

Um ditado popular diz: “Quem não chora não mama”. Isso será assim até a ao fim e significa que devemos lutar por nossa nutrição até a morte. A Bíblia diz: “Se alguém não quiser trabalhar, também não coma”. (2 Tess.3:10)

Em bons tempos da infância, a escola foi prioridade nº 1, mas começar a aprender a plantar e trabalhar fazia parte, desde muito cedo. Ensine a criança a preparar sua nutrição e ela não passará fome, até quando for idosa.

 

2º Cuide do projeto de Deus de sua saúde emocional

Alguém desiquilibrado emocionalmente é perigoso, onde quer que esteja. Você é um fantástico projeto emocional, criado para sentir alegria e dor em sua vida e compartilhar tudo isso com outras pessoas.

Com perfeita saúde emocional você pode auxiliar a quem está em perigo de cair em depressão.

É preciso que você cuide de seu estado emocional. Ingestão de bebidas fortes pode queimar neurônios vitais, causando sérios danos e possivelmente atingindo gerações futuras de seus descendentes.

Há alguns anos percebemos que nossa filha estava prestes a cair num colapso emocional por questões de ordem comum.

 

O joelho no chão trouxe a solução

O estado emocional de nossa filha estava abalado a tal ponto que resolvemos viajar para Curitiba, pois estávamos no Oeste do Paraná. Ao chegar, Cherli disse com certo temor: “Pai e mãe, vocês vieram somente por minha causa?”. “Sim, filha, os membros da comunidade são de grande importância, quanto mais a nossa filha, que precisa de ajuda ainda hoje”, afirmei.

Logo no início do diálogo, eu lhe disse: “Filha, seu problema emocional não é grave, mas se não for resolvido, pode chegar ao ‘poit of no return’”. Vamos dobrar os joelhos, colocar tudo nas mãos de Deus e nunca mais comentar essa dificuldade”, conclui. Dobramos os joelhos, entregamos tudo ao Senhor nosso Deus (Sal.37:5) e a nossa filha ficou ótima, porém com mudanças importantes para o futuro.

Acabo de tomar café com a filha e fui autorizado a escrever dessa experiência. Vejam a felicidade da consagração do Leonardo, alguns dias antes de escrever essas linhas.

Há pessoas que são destruídas por questões de fácil solução, mas precisam de alguém que lhes estenda a mão. Quem caiu no poço precisa de outras pessoas que o retirem daquela situação.

Tive o privilégio o colocar os joelhos no chão com noivos que não tinham como se casar por questões de documentos internacionais, outros por dificuldades familiares, casamentos destruídos… Os joelhos no chão solucionaram muitos projetos de Deus que pareciam não ter mais solução.

 

O autor é pastor da Igreja de Deus no Brasil em Marechal Cândido Rondon

ecosdaliberdade@yahoo.com.br

 

TOPO