Copagril
Pastor Mário Hort

Quem é este a quem até o vento e o mar lhe obedecem? – 1ª parte

É difícil acreditar, mas de repente surgiu diante de nossos olhos o Mar da Galileia, onde Jesus convidou os principais discípulos para que deixassem as suas redes e se tornassem pescadores de homens.

Passados dois mil anos também Natalia foi pescada na Argentina e eu fui resgatado pelas redes dos pescadores de homens no Brasil.

Casa do Eletricista SORTEIO DE VERÃO

Agora estamos em Israel com um grupo de membros de nossa igreja da Alemanha, que nos convidou para fazer parte das visitas aos lugares sagrados do ministério de Jesus, a quem Deus enviou ao mundo para que todo aquele que Nele crê seja salvo.

Deus escolheu esta terra onde chegamos como seu último recurso para resgatar aqueles que aceitam seu plano de salvação eterna por Jesus.

Pescadores do Mar da Galileia conhecem um homem misterioso.

Uma equipe de pescadores havia passado a noite inteira à procura do sustento para as suas famílias, mas não pescou nada.

Ao amanhecer o dia, limpando suas redes, chegou um homem estranho e lhes perguntou: “Onde estão os peixes?”. “Não temos peixes hoje”. “Então saiam para o mar novamente e lancem redes…”, sugeriu o estranho. Neste momento os pescadores já estavam sob a intervenção de uma Nova Era da Humanidade, e responderam: “Trabalhamos a noite inteira e não conseguimos nenhum peixe”, porém sob a sua palavra o faremos.

Não demorou e as redes se rompiam pela quantidade de peixes, e foram obrigados a pedir outro barco para lhes ajudar a carregar a grande quantidade de grandes peixes.

Quando chegaram à margem olharam espantados para este homem, e ele simplesmente disse: “Venham e sigam-me, a partir de agora vocês serão pescadores de homens”. (Luc. 5 1-11)

Quando o grupo já se compunha de 12 alunos da faculdade do homem misterioso, eles estavam sobre um barco e remavam para chegar de uma margem a outra do lago chamado Mar da Galileia, então surgiu uma tempestade com ondas gigantes e ventos contrários, ao ponto que já se viam perdidos.

Então em plena tempestade encontraram o professor da primeira Faculdade Teológica do Cristianismo dormindo e o acordaram dizendo: “Mestre, você não se importa, que estamos percebendo?”.

O mestre se levantou, como alguém que despertou de um profundo sono, e disse aos seus estudantes: “Ó gente de pequena fé”. E ao vento e ao mar ordenou: “Vento e mar, aquietem-se”. E, imediatamente o vento se acalmou e as ondas ficaram como um espelho pela grande bonança. Os alunos ficaram pasmos e disseram: “Quem é este a quem até o vento e o mar lhe obedecem?”. (Mr 4:41)

Passados dois mil anos fomos almoçar no restaurante “São Pedro” e o prato principal que oferecem é o “Peixe de Pedro”.

O curioso é que próximo ao restaurante encontramos uma ruína que os arqueólogos afirmam ser a escavação da casa de Pedro, abaixo das colunas de um templo ortodoxo, que foi construído sobre as ruínas da casa de Pedro em Capharnaum.

 

Mário Hort é pastor da Igreja de Deus no Brasil em Marechal Cândido Rondon

ecosdaliberdade@yahoo.com.br

 

TOPO