Copagril – Sou agro com orgulho
Coluna ADI-PR

Sesa revoga exigência para escolas funcionarem com apenas 30% da capacidade no ensino presencial

Volta às aulas

A Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa) revogou a exigência para as escolas funcionarem com apenas 30% da capacidade no ensino presencial. Com a nova medida, o Governo do Paraná deixa a critério de cada instituição a definição da quantidade ideal de alunos para o cumprimento da regra de distanciamento social nesses espaços, de no mínimo 1,5 metro entre cada pessoa, para ajudar a prevenir o contágio pela Covid-19.

Casa do Eletricista ROWA

 

Aulas presenciais

Nied 2021 D1

A rede municipal de ensino de Cascavel está retomando gradativamente as aulas presenciais. O retorno começou no dia 19, com dois Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e duas escolas no Bairro Riviera. Ontem (03) ocorreu o retorno presencial em mais oito escolas municipais e cinco Cmeis. O retorno está sob rigoroso plano de segurança sanitária. Cada unidade escolar foi devidamente orientada sobre protocolos de afastamento em casos suspeitos ou confirmados de Covid-19.

 

Desvalorização do real

A moeda brasileira está tão desvalorizada que aconteceu um processo de inversão curioso: os paraguaios estão cruzando a fronteira para comprar mercadorias no Brasil e não mais o contrário. Comerciantes da fronteira em Foz do Iguaçu relatam um aumento de 50% na circulação de paraguaios para compras de produtos do varejo e atacado. Desde o começo do ano, o guarani paraguaio valorizou frente ao real. No final do ano passado era preciso ter 1.327 guaranis para comprar R$ 1 e agora são necessários 1,2 mil. Além disso, o guarani valorizou 5% ante ao dólar, enquanto o real caiu 4%.

 

Liberdade de imprensa

Ontem (03), as Nações Unidas comemoraram o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa com o tema “Informação como bem público”. Em mensagem, o secretário-geral lembra os desafios criados pela Covid-19, que “sublinham o papel crítico da informação confiável, verificada e universalmente acessível para salvar vidas e construir sociedades fortes e resilientes. Os jornalistas e profissionais da imprensa ajudam-nos a navegar por um cenário de informações em constante mudança”, ao mesmo tempo em que se enfrentam imprecisões e inverdades perigosas.

 

5G

A tecnologia 5G, que deverá chegar ao Brasil até o fim do ano, irá revolucionar toda a sociedade e os meios produtivos. “Não se trata de mais um G e sim de um guarda-chuva que envolve e potencializa outras tecnologias”, afirma o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Leonardo Euler de Moraes.

 

Medalha de Prata

O Brasil conquistou no domingo (02) a medalha de prata na prova do revezamento 4×400 metros misto do Campeonato Mundial de Revezamentos, realizado no estádio da Silésia, na cidade de Chorzow (Polônia). A equipe formada por Anderson Henriques, Tiffani Marinho, Geisa Coutinho e Alison Santos. “Tínhamos o objetivo de brigar pela medalha. Conseguimos a prata, o que é um grande reconhecimento pelo trabalho de toda a equipe”, declarou o treinador Evandro Lazari à Confederação Brasileira de Atletismo.

 

Vestibular UEPG                                                                                                                                       

A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) realizou ontem (03) a segunda fase de provas do Vestibular 2020. Diferente de domingo (02), os estudantes tiveram três horas para responder as questões específicas, das 13h45 às 16h45. De acordo com a assessoria de imprensa da Universidade, participaram do Vestibular da UEPG 9.946 inscritos, disputando 1.415 vagas em 39 cursos, sendo que 20% dos candidatos são de fora do Paraná.

 

Novo grupo

O Paraná dará início à imunização contra a Covid-19 em pessoas com comorbidades, com deficiência permanente, grávidas e puérperas. A imunização do novo grupo será possível graças ao recebimento de 391,5 mil doses da AstraZeneca/Fiocruz, que, somadas às 14,6 mil unidades da Coronavac, fabricada pelo Instituto Butantan/Sinovac, foram entregues no sábado (1º) e totalizam 406,1 mil doses disponíveis para aplicação na população paranaense. A vacinação vai começar por pessoas com Síndrome de Down, com doença renal crônica, gestantes e puérperas. Nesse primeiro momento, a vacinação de pessoas com comorbidades graves ou deficiência permanente severa alcançará quem tem entre 55 e 59 anos.

(Foto: Ari Dias/AEN) 

Turismo no NP

O turismo é um dos focos de investimento do Paraná Produtivo no Norte Pioneiro. O programa foi lançado na região na última quinta-feira (29) pelo secretário estadual de Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge, e pelo deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB). Na sexta-feira (30), Bernardo Jorge e Romanelli visitaram os atrativos do setor. As ações passam pelo incentivo ao desenvolvimento da região para criação de emprego e renda através da atração de novos empreendimentos industriais e comerciais.

 

Licenciamento ambiental

O licenciamento ambiental emitido pelo Instituto Água e Terra (IAT) foi fundamental para que o aeroporto de Foz do Iguaçu entrasse para o programa federal de privatização do setor de aviação. “O processo de licenciamento ambiental, realizado com segurança jurídica e técnica, foi essencial para que o aeroporto tivesse a indicação de privatização do setor de aviação”, afirmou o diretor de Licenciamento e Outorga do Instituto, José Volnei Bisognin.

 

Um milhão                                                                                                                                                      

O Paraná ultrapassou a marca de um milhão de paranaenses com o esquema vacinal completo, ou seja, que receberam as duas doses da vacina contra a Covid-19. O total de paranaenses vacinados com as duas doses equivale a quase 10% da população do Estado, estimada pelo Ranking de Vacinação, e a 21% das pessoas que fazem parte dos grupos prioritários previstos no Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19.

 

Independência 

O deputado federal Ricardo Barros, líder do governo na Câmara dos Deputados, hipotecou seu apoio à luta de lideranças políticas, empresariais e da educação em favor da independência do campus de Goioerê do Instituto Federal do Paraná (IFPR), desmembrando-o do campus de Umuarama. “Já começamos o trabalho, garantindo a nomeação e a publicação da comissão que vai fazer o estudo de viabilidade. O próximo passo é a mudança de tipologia. Vamos trabalhar para que isso aconteça”, disse.

 

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

Grupo Costa Oeste 2021
TOPO