Pref. Marechal NATAL 2020
Pref. Pato Bragado COVID
Esportes Cotas de TV

Athletico barra premiação para rebaixados do Brasileirão, afirma jornalista

(Foto: Geraldo Bubniak)

O Athletico Paranaense vetou uma mudança que seria implantada na distribuição da premiação do Campeonato Brasileiro. Segundo o jornalista Rodrigo Mattos, do UOL, a maioria dos clubes havia concordado em destinar uma parte do dinheiro para os quatro últimos colocados. Pelo contrato válido desde 2019, o dinheiro da TV Aberta e Fechada é distribuído em três partes: 40% igualmente, 30% pelo número de jogos exibidos e 30% pela posição no campeonato. Essa última parte é chamada de premiação do Brasileiro.

No primeiro ano do contrato, a premiação foi dividida entre o 1º e o 16º colocado, com R$ 33 milhões para o campeão e R$ 11 milhões para o 16º. Os quatro times rebaixados não receberam essa fatia.

Casa do Eletricista – NÃO PAGUE AR

“Em reuniões no início do ano, houve uma sugestão do Avaí de incluir fatias para os rebaixados. A Globo concordou com o pleito e deixou com os clubes a ideia de implementar a redistribuição. Após algumas conversas, houve consenso da maioria dos clubes de uma tabela com uma nova divisão da premiação”, informou o Blog do Rodrigo Mattos. Os 16 clubes mais bem posicionados perderiam um pouco de dinheiro em favor dos rebaixados. O último colocado teria direito a R$ 4,6 milhões e o campeão, R$ 31 milhões.

“Só que, por contrato, alguns clubes têm direito a veto em mudanças na distribuição de premiação. Entre esses times está o Athletico que tem contrato apenas de TV Aberta com a Globo. Duas fontes confirmaram ao blog que o clube paranaense até agora não topou a mudança. Não há informação de oposição de outro clube”, explicou o jornalista.

Historicamente, o presidente do Athletico, Mario Celso Petraglia, defende uma distribuição igualitária da verba de televisionamento.

Com Bem Paraná

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO