Copagril
Marechal Supostas irregularidades

MP pede bloqueio de bens de vereadores e ex-secretário de Marechal Rondon

Processo foi aberto para verificar possíveis irregularidades acerca de superfaturamento de licitações (Foto: Divulgação)

O Ministério Público do Paraná propôs uma ação Civil Pública contra dois vereadores e um ex-secretário de Marechal Cândido Rondon. Trata-se de Adriano José Cottica, Ronaldo Pohl e Adelar Antônio Urnau, respectivamente.

O processo foi aberto para verificar supostas irregularidades acerca de superfaturamento de licitações e exigência de propina por parte dos envolvidos.

Durante o processo foi realizado o pedido do bloqueio de bens dos envolvidos, no entanto, durante o final de semana, a Justiça reverteu o pedido de Adriano Cottica.

Na época os réus eram secretários e ocupavam as pastas da Viação e da Agricultura durante a gestão do ex-prefeito Moacir Luiz Froehlich, no período de 2013 a 2016.

Conforme consta nos autos, Cottica esteve à frente da pasta de Viação e Serviços Públicos do município de Marechal Rondon de janeiro de 2013 até abril de 2015, sendo a secretaria então assumida pelo também requerido Adelar Urnau, que permaneceu no cargo até dezembro de 2016. Por sua vez, Ronaldo Pohl permaneceu como secretário de Agricultura do Município no período de março de 2015 a abril de 2016.

De acordo com os depoimentos prestados, a suposta vantagem indevida era paga em porcentagem que variava entre 30% e 40% dos pagamentos recebidos pelos serviços prestados ao município.

Em relação a Urnau e Cottica, além dos depoimentos prestados também consta nos autos supostas provas materiais do recebimento de vantagem indevida, consistentes na transferência de veículo para Cottica, que beneficiaria tanto este quanto Urnau.

Os envolvidos têm prazo de 15 dias para apresentar documentos e justificações.

 

Com Catve.com 

TOPO