Municípios Balanço do ano

Aciquap foca na divulgação e fortalecimento das empresas de Quatro Pontes

Presidente da Associação Comercial e Empresarial de Quatro Pontes (Aciquap), Diogo Borchert: “Consumir em cidades maiores é uma questão cultural, mas sabemos que nossos produtos e preços são competitivos. Nosso intuito é fortalecer o comércio local”. (Foto: O Presente)

Com um ano de variações e incertezas na economia, diante de um novo governo, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Quatro Pontes (Aciquap), Diogo Borchert, afirma: “2019 foi um dos anos mais atípicos que tivemos no município”. Segundo ele, o cenário econômico e outros fatores paralelos travaram, de certa forma e por alguns momentos, os negócios. “Posso dizer isso a partir do que vimos e sentimos nos comerciantes e industriais em Quatro Pontes. Todavia, mesmo diante deste cenário, os consumidores e os comerciantes voltaram a acreditar no comércio, voltaram a acreditar numa melhoria da economia. Então, foi um ano atípico sim, mas a volta da movimentação econômica, mesmo que tímida, surtiu algum tipo de efeito, e por mais que existiu travamento na economia, a coisa tende a melhorar para 2020”, destaca à reportagem de O Presente.

Conforme Borchert, neste fim de ano a Aciquap está trabalhando nos trâmites para a troca de diretoria e por esse motivo os membros da atual diretoria da entidade preferiram não realizar uma campanha natalina. “Mesmo assim, percebemos que muitos dos nossos associados estão promovendo campanhas para aproveitar a época de Natal, que é a mais expressiva do ano em termos de vendas, com grande apelo comercial”, menciona.

Casa do Eletricista – Clorador Agosto

Por mais que não esteja promovendo uma campanha de Natal, a Aciquap está desenvolvendo um trabalho de divulgação das empresas locais. “Temos promovido junto à Rádio Tropical e à prefeitura materiais que convençam a população a comprar em nossa cidade. Consumir em municípios maiores é uma questão cultural, mas sabemos que nossos produtos e preços são competitivos. Nosso intuito é fortalecer o comércio local”, enaltece o presidente da Aciquap.

Ele diz que a administração pública tem feito sua parte neste sentido, contribuindo para fomentar as vendas e fortalecer o comércio local. “A prefeitura tem incentivado a vinda de indústrias para o nosso município. Automaticamente, essa geração de empregos atrai pessoas que comprarão no comércio quatro-pontense. Isso dá ânimo ao comerciante”, evidencia.

 

AÇÕES DE DESTAQUE

Dentre as ações desenvolvidas pela Aciquap ao longo de 2019 Borchert destaca a parceria estabelecida com a Faculdade de Ensino Superior de Marechal Cândido Rondon – Isepe Rondon, a partir da renovação de convênio empresarial por meio do qual os associados e colaboradores da entidade têm benefícios junto à instituição de ensino.

Visando à capacitação dos associados, ele acrescenta que a Aciquap firmou contratos de parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Outra ação evidenciada pelo presidente da Aciquap é o 8º Feirão do Comércio, que foi realizado juntamente às homenagens ao Dia da Mulher. Na ocasião, os comerciantes decoraram seus estabelecimentos com bandeiras alusivas ao Feirão e disponibilizaram ofertas e brindes aos consumidores.

 

EXPECTATIVA PARA 2020

Borchert vislumbra um futuro promissor para a atividade empresarial de Quatro Pontes. “Planejamento. É isso o que os empresários devem ter. Devemos saber das dificuldades presentes no cenário nacional e identificar como elas afetarão a questão comercial e empresarial local para moldar os caminhos da empresa. Além disso, precisamos estar preparados, ao mesmo tempo, para tomarmos ações alternativas em casos necessários”, enfatiza ele.

Para o dirigente, o espírito do empresariado também é importante no contexto comercial e industrial. “O principal ponto de todo o empresário é acreditar no que possui. Ao fazer isso, passamos credibilidade e confiança para quem compra nossos serviços e produtos. O nosso produto é o melhor, precisamos passar essa segurança ao consumidor”, frisa.

O empresário comenta que não tem pretensão de permanecer na diretoria da Aciquap na próxima gestão. “Não pretendo continuar. Há pessoas que fazem parte da diretoria que estão alinhadas e preparadas para assumir em 2020”, expõe, acrescentando que cada diretoria permanece à frente da Aciquap por dois anos.

As eleições devem acontecer no começo de 2020, em data a ser definida ainda.

Atualmente, a Aciquap conta com 135 empresas associadas.

 

O Presente

TOPO