Municípios Vacinação

Com o fim da campanha contra a aftosa, Adapar vai em busca dos “refratários” a partir de hoje

(Foto: Divulgação)

Com o término da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Paraná na última sexta-feira (31), os fiscais agropecuários da Adapar vão a partir desta segunda-feira (03) procurar contato com os chamados “refratários”, ou seja, aqueles produtores que não vacinar ou deixaram de comprovar a imunização dos animais existentes na propriedade.

Na última campanha do ano deveriam ser vacinados todos os animais com até dois anos de idade e também deveriam ser atualizados na Adapar os cadastros relacionados ao número de animais na propriedade.

Casa do Eletricista – RETOMA

Houve durante o mês de maio uma intensa mobilização coordenada pela Adapar e que envolveu todas as demais empresas do ramo agropecuário, por conta do anúncio pelo Ministério da Agricultura, que se tratava da última campanha de vacinação no Estado.

Na área de ação da unidade veterinária da Adapar, que envolve os municípios de Marechal Cândido Rondon, Mercedes, Quatro Pontes, Pato Bragado e Entre Rios do Oeste, 98% dos animais foram vacinados.

Conforme a Adapar, deixaram de confirmar a vacinação dos animais 53 produtores de Marechal Cândido Rondon, sete de Mercedes, seis de Entre Rios do Oeste, seis de Quatro Pontes e um de Pato Bragado.

Com o fim da última campanha deste ano, a expectativa é que o Paraná seja de fato confirmado como área livre de febre aftosa sem vacinação, status a ser conferido pela Organização Mundial de Saúde Animal, na sua próxima reunião.

 

Com Rádio Difusora 

TOPO