Ford Ranger e Ecosport Set/2020
Copagril – Compras no Site
Municípios Reunião pública

Comunidade de Pato Bragado aprova criação de terceiro parque industrial

Prefeito Leomar Rohden (Mano) e o vice Dirceu Anderle: “Asfaltaremos os acessos com cobertura adequada para receber tráfego de veículos pesados, oferecendo condições necessárias ao desenvolvimento da logística no local” (Foto: Marili Koehler)

A reunião pública promovida de forma on-line pela administração de Pato Bragado no Facebook oficial proporcionou, na última sexta-feira (31), ampla discussão entre a população. Em pauta a alienação de parte da área de 99,7 mil metros quadrados da antiga fecularia para implantação do terceiro parque industrial no município.

Representantes de diversos segmentos da sociedade estiveram em comunicação e opinaram favoravelmente à proposta do governo municipal. Em oportunidades anteriores, os vereadores e o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (Codebra) também já haviam se manifestado favoravelmente à ideia.

Casa do Eletricista – TORNEIRA PINGANDO

Segundo o prefeito Leomar Rohden (Mano) e o vice Dirceu Anderle, a partir de agora, o próximo passo será a realização do fracionamento da área, que será dividida em várias matrículas, contemplando a parte já cedida para uso de quatro empreendimentos industriais, que ficará de posse do município em uma única matrícula. Conforme os gestores, serão criadas cinco novas áreas industriais, cada qual com sua própria matrícula para fins de alienação, no intuito de oportunizar novos investimentos no setor produtivo local.

Prefeito e vice contam que a municipalidade realizará novos investimentos em infraestrutura, asfaltando os acessos com cobertura adequada para receber tráfego de veículos pesados, oferecendo, assim, as condições necessárias ao desenvolvimento da logística no local.

O atual procedimento, de acordo com Mano e Anderle, faz parte do planejamento por etapas realizado nesta área, que, após tentativas de venda e concessão da área total sem êxito, foi refeito e iniciado com a concessão de uso dos barracões alocados, os quais receberam investimentos para receber os empreendimentos.

 

Com assessoria

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO